Megadeth estreia no mercado de NFT e fatura mais de R$ 100 mil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Token (NFT) de banda de metal é vendido por mais de R$ 100 mil.

  • Arte animada exclusiva com mascote da banda Megadeth faz sucesso em mercado NFT.

  • Megadeth é a segunda banda dos EUA a comercializar um NFT.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Em sua primeira experiência no mercado de NTF, a banda norte-americana de trash metal Megadeth conseguiu arrecadar mais de R$ 100 mil.



A venda foi realizada na terça-feira (13) no mercado de colecionáveis Rarible por 8,4 WETH, que equivalem a R$ 111 mil na cotação de hoje. O WETH, ou Wrapped ETH, é uma versão tokenizada do Ethereum (ETH).

A peça digital exclusiva da banda, apelidada de “Vic Rattlehead: Genesis”, é uma animação do logotipo e do icônico mascote da banda girando em direções opostas por seis segundos.



O comprador é um usuário da Rarible que já criou e comercializou 74 colecionáveis digitais na plataforma. O NFT do Megadeath, por ora, não está à venda.

Música

Recentemente, outra banda de rock norte-americana, a Kings Of Leon, foi a primeira a oferecer um álbum inteiro em NTF. Com isso, a banda arrecadou cerca de US$ 2 milhões. O cantor The Weeknd também embarcou na novidade.

Os NFTs, no entanto, também já são usados no meio editorial, na bolsa e principalmente no que se chama de criptoarte. Eles ainda surgem na forma de áudios, vídeos, pôsteres, artes e capas de álbuns, além de outras formas de trabalho criativo – às vezes, até criativo demais.

NFT em 2021

Os tokens não-fungíveis permitem registrar um arquivo digital em um contrato inteligente na blockchain e garantir verificação de posse. Além disso, esse tipo de ativo não pode ser duplicado, conferindo ao item a escassez necessária para torná-lo colecionável.

O recorde de negociação até o momento é do artista digital Mike Winkelmann, mais conhecido como Beeple, que vendeu um NTF por quase US$ 70 milhões.

Um relatório do site NonFungible.com mostrou um grande aumento no mercado de NTFs, que triplicou ao longo do ano de 2020, com um aumento de 299% no valor total das transações, atingindo cerca de US$ 250 milhões.

O relatório foi produzido com o apoio da empresa de prospecções L’Atelier BNP Paribas, que realizou um estudo anual em que concluiu que os NTFs estão prontos para se transformar a classe líder entre os ativos emergentes.

Prova disso é o boom de NFT em 2021, com crescimento de 1.500% apenas nos primeiros três meses do ano. Um levantamento, no entanto, mostra que os números já estariam desacelerando.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Graduada em Letras, Mestre em Estudos Literários, entusiasta de tecnologia e leitora assídua de conteúdos sobre fintechs, criptomoedas e blockchain. Tem experiência em projetos digitais nos segmentos de mercado financeiro e finanças pessoais. No Portal BeInCrypto, atua na produção e tradução de notícias para o site.

SEGUIR O AUTOR