Mike Novogratz, CEO da Galaxy Digital e investidor conhecido no universo das criptomoedas, urge os seus seguidores para que comprem Bitcoin e Ouro. Diminuição dos juros pagos pelos Bancos é um grande motivador para o Bitcoin, segundo Mike.

Compre Ouro. Compre Bitcoin.

Essa foi a mensagem tuitada por Mike Novogratz, de maneira simples e direta.

Mike é bem conhecido no universo das criptomoedas por ser um grande entusiasta do Bitcoin.

Porém, a mensagem de Mike não foi motivada pela enorme subida no preço do Bitcoin, ocorrida nos últimos dias.

No caso, o motivador principal é a política monetária do Deutsche Bank.

Mike sobre o Ouro e compra de Bitcoin

O CEO da Galaxy Digital, Exchange de de criptoativos defende a compra de dois ativos de proteção: o ouro, mais tradicional, e o Bitcoin:

Nessa sua mensagem, ele faz o link com um outro tuíte sobre o maior banco da Alemanha:

Isso ocorre porque o Deutsche Bank está introduzindo uma taxa de juros negativa para depósitos acima de € 100.000.

A princípio, a motivação é clara: combater os efeitos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Política do Deutsche Bank

Apesar de parecer que Michael está se aproveitando do “boom” do preço do Bitcoin, o seu motivo é diferente.

Contudo, qual a correlação entre a política dos juros do BC alemão e o Bitcoin?

Empréstimo Inverso

Em suma, a resposta é simples: ao invés de pagar às pessoas para depositar dinheiro no Banco, agora está ocorrendo o contrário do normal.

Mike quer que as pessoas comprem ouro e Bitcoin para se protegerem das instituições financeiras tradicionais.

Nesse caso, são as pessoas que estão pagando ao banco pelo “privilégio” de guardar o próprio dinheiro.

Vale lembrar que este não é qualquer banco, mas sim o maior da Alemanha.

Juntamente com o impacto da notícia, também impressiona o fato de que os juros negativos serão aplicados aos grandes depósitos.

Dessa maneira ocorrerá porque os juros negativos são destinados aos depósitos acima de € 100.000.

Inflação Aumenta o Prejuízo

Além de os depósitos acima de € 100.000 causarem prejuízos aos donos do dinheiro, há que se levar em conta a inflação.

Com o processo inflacionário podendo se deteriorar com as medidas de liquidez promovidas pelos Bancos Centrais, os depositantes podem ver o seu dinheiro perder valor no Banco.

Assim, é possível que as pessoas repensem o papel das instituições bancárias tradicionais após o cenário de crise do COVID-19.

Comprar Bitcoin Como Ativo de Proteção

Michael é um grande defensor Bitcoin como ativo de proteção.

Dessa maneira, a compra de Bitcoin pode auxiliar os investidores em momentos de incerteza no mercado.

Assim como ele, diversos especialistas apontam na possibilidade de usar o criptoativo para se proteger dos excessos cometidos pelos Bancos Centrais.

No caso brasileiro, o Bitcoin serve como proteção contra a própria desvalorização do Real.