Morgan Stanley terá 12 novos fundos que podem investir em bitcoin

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Morgan Stanley submeteu à CVM dos EUA o registro de 12 novos fundos de investimento.

  • Fundos podem alocar recursos em bitcoin, revelam documentos.

  • Banco já oferecia aquisição de bitcoin a alguns clientes.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O banco de investimentos Morgan Stanley confirmou, nesta quinta-feira (1), que terá 12 novos fundos com a possibilidade de exposição ao bitcoin.



Documentos submetidos à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados unidos (SEC) revelam uma dúzia de novos produtos de investimento com alocação em contratos futuros liquidados em dinheiro ou no Bitcoin Trust, fundo de bitcoin da Grayscale.

“Na medida em que um Fundo investe em futuros de bitcoin ou GBTC, fará isso por meio de uma subsidiária integral, que é constituída como uma empresa isenta sob as leis das Ilhas Cayman (cada uma, uma “Subsidiária”). Um Fundo pode às vezes não ter exposição a bitcoin.”, detalha o documento.



A alocação em bitcoin poderá, portanto, variar conforme o tipo de fundo, indo de zero a até 25% de seus ativos totais. Essa é a lista de fundos registrados pelo Morgan Stanley junto aos reguladores americanos.

  • Advantage Portfolio
  • Asia Opportunity Portfolio
  • Counterpoint Global Portfolio
  • Developing Opportunity Portfolio
  • Global Advantage Portfolio
  • Global Permanence Portfolio
  • Global Opportunity Portfolio
  • Growth Portfolio
  • Inception Portfolio
  • International Advantage Portfolio
  • International Opportunity Portfolio
  • Permanence Portfolio

Morgan Stanley, BlackRock e mais gigantes aderem ao bitcoin

A novidade confirma rumores anteriores de que o Morgan Stanley passaria a oferecer fundos com exposição ao bitcoin. Desde fevereiro, o banco de investimento já oferecia à parte dos clientes a possibilidade de adquirir a criptomoeda como arte de sua diversificação de patrimônio.

Além disso, a instituição explicou em uma carta aos investidores quais são as características da criptomoeda que a tornam uma classe emergente de ativos de investimento.

O registro dos novos fundos também vem logo após vir à tona que a BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, investiu no mercado futuro de bitcoin em janeiro.

A expectativa do setor de criptomoedas é que a adesão das duas gigantes ajude a acelerar a entrada de mais nomes de Wall Street. Além disso, a aprovação do aguardado ETF de bitcoin nos EUA e a possível adoção de bitcoin pela Bridgewater, do bilionário Ray Dalio, são dois assuntos no radar do mercado.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá