Novo fundo de Bitcoin ‘puro sangue’ do Brasil permite comprar BTC sem carteira ou exchange

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Fundo da QR Asset é uma forma de comprar Bitcoin sem ter que lidar com carteiras

  • Gestora guarda BTCs em local seguro

  • Investimento atende regulação da CVM

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Brasil tem seu primeiro fundo que investe 100% em Bitcoin. A novidade foi lançada nesta quinta-feira (1) pela QR Asset, da QR Capital.



O fundo QR BTC MAX FIM IE é totalmente exposto ao BTC e tem a devida regulamentação da Comissão de Valores Imobiliários.



Fundos 100% de criptomoedas não são novidade no país. A Hashdex tem, por exemplo, o Hashdex Criptoativos Voyager Fim IE. Inclusive, esse tipo de fundo figurou entre os que mais renderam em 2019.

No entanto, o fundo da Hashdex não investe só no Bitcoin, mas também em outros ativos como Ethereum (ETH) e Ripple (XRP). Com aposta unicamente no Bitcoin, portanto, a opção da QR Asset é uma alternativa para comprar BTC sem precisar lidar com carteiras e exchanges.

A gestora explica que capta o investimento em reais, faz a corretagem e compra o ativo no mercado internacional. Os BTCs são, então, guardados em cold storage. Isso é, em um HD protegido e sem conexão com a internet. A ideia é reduzir as chances de hacks.

 

A novidade chega em um momento de profunda desvalorização do Real. Segundo o presidente da QR Capital, Fernando Carvalho, o Bitcoin surge como uma dupla proteção. Ao Valor, ele explica que a criptomoeda é uma reserva de valor e com preço que reflete o dólar.

Apesar da queda em setembro, vale lembrar, o Bitcoin acumula valorização de 49% em 2020. Ao fazer a conta em reais, o salto em rentabilidade passa dos 100%.

O investimento estará aberto no site da QR Asset e na Órama apenas para investidores qualificados. O aporte mínimo é de R$ 50 mil, a metade do exigido pelo fundo 100% cripto da Hashdex – ao menos até o fim da janela promocional.

Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá