O colapso total do USDT pode ter um grande efeito no mercado das criptomoedas

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Especialistas acreditam que o destino do Tether nos tribunais pode se prolongar por anos.

  • Embora um colapso completo seja possível, essa não é a única consequência que o Tether pode enfrentar.

  • O BeInCrypto falou com Lou Kerner da Quantum Economics, Maria Stankevich do EXMO UK e Haohan Xu da Apifiny.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O BeinCrypto perguntou a especialistas o que o futuro reserva para o Tether (USDT). Ele vai conseguir sobreviver aos tribunais? Quais serão as consequências?



Tether e Bitfinex finalmente tiveram que entregar documentos às autoridades de Nova York. Eles prorrogaram o prazo para a produção de documentos sobre suas atuações financeiras a serem examinados pelos tribunais. 

Se o procurador-geral de Nova York puder encontrar provas de fraude, a criptomoeda número três do mundo poderá enfrentar um caminho difícil à frente, que pode repercutir de maneira negativa no resto da indústria cripto.



Com os documentos entregues, resta agora especular o que pode acontecer. O BeInCrypto pediu a opinião de especialistas sobre o futuro do Tether. 

Justiça dos EUA contra o Tether

Maria Stankevich, da exchange de criptomoedas britânica EXMO UK, descreveu as questões legais que o Tether enfrenta nos Estados Unidos.

“Na primavera de 2019, como parte do processo da Procuradoria do Estado de Nova York contra Tether, o advogado-chefe da empresa emissora da stablecoin, Stuart Hogner, indicou que apenas 74% do USDT era apoiado por reservas fiduciárias, e 26% por outros ativos”, disse Stankevich.

A diretora de desenvolvimento de negócios continuou descrevendo como “a comunidade cripto anseia por sangue” e que a evidência de que o USDT apareceu “do nada” ainda permanece elusiva.

Ela continuou:

“A partir de agora, muito dependerá do trabalho da Procuradoria-Geral da República e de quando eles julguem necessário tornar públicos os fatos apurados. A principal causa de preocupação para a maioria dos participantes do mercado é que, se necessário, o Tether não será capaz de devolver totalmente sua garantia fiduciária aos detentores de tokens USDT. ”

De acordo com Stankevich, isso pode ter consequências negativas de peso para o USDT:

“As multas e sanções que o tribunal pode fazer com base nos resultados das audiências, sem dúvida, levarão à queda do mercado do USDT. Mais uma vez, se os ativos do Tether estão armazenados nos Estados Unidos (supostamente desde 2019, no Signature Bank e no Noble Bank), então [isso é] provavelmente apenas parcialmente verdadeiro. ”

Se dinheiro fosse perdido e multas fossem cobradas, esse dinheiro provavelmente voltaria para os detentores.

“A justiça americana protege principalmente os direitos de seus cidadãos. Portanto, o reembolso será recebido principalmente pelos detentores dos Estados Unidos. Usuários de outros países podem sofrer mais. É verdade que, com essa reviravolta, as reivindicações de outros países podem cair no Tether”, explicou Stankevich.

Colapso total?

Um colapso total dos tokens USDT também poderia ter um efeito enorme no mercado mais amplo. Mas mesmo que o USDT entre em colapso, isso não será o fim das stablecoins, diz Stankevich:

“Podemos esperar uma transição massiva de traders para outras stablecoins de dólares, que podem acabar sendo significativamente mais caros do que US$ 1.”

Embora um colapso total seja possível, essa não é a única consequência que o Tether pode enfrentar se os promotores encontrarem provas de fraude —  multas maiores impostas ao iFinex ou Bitfinex parecem mais plausíveis.

Provavelmente, os promotores buscarão a redução máxima da presença do Tether no mercado, ou até mesmo sua retirada completa, assim como eles já pressionaram o projeto Libra anteriormente.

No desastre do Tether, ela também culpou o projeto de lei Stable “super regulado” proposto pelo Congresso norte-americano.

No final, entretanto, Stankevich parece pensar que as empresas de fintech encontrarão uma maneira regulada de oferecer suporte a stablecoins, e cumprir o suficiente para manter a máquina cripto funcionando sem problemas, pelo menos no longo prazo.

A saída mais fácil do Tether

Lou Kerner, diretor de stablecoins da Quantum Economics, teve uma visão mais cínica, embora talvez realista:

“As pessoas consideram o tether como um dólar, porque acham que o próximo o fará. Na melhor das hipóteses, o tether está totalmente apoiado. Na pior das hipóteses, é a mesma coisa que o dólar americano. E como o dólar americano, o tether funcionará até que não funcione. ”

Então, é claro, havia o risco real. Como Stankevich, Kerner sentiu que mesmo que o Tether quebre e queime, ainda vai haver outras stablecoins no mercado para tomar seu lugar:

“Em termos de ser um risco sistêmico, uma implosão de tether certamente seria prejudicial a curto prazo, mas haverá outras, talvez melhores opções, que emergirão rapidamente em seu lugar como stablecoin dominante.”

É claro que existe a questão da manipulação de preços do bitcoin (BTC). Se o tether não for de fato garantido por nenhum tipo de dinheiro, e muito do valor do bitcoin vier dos bilhões de tether negociados para obter BTC, a morte do tether poderia ter um impacto profundo no preço da criptomoeda. Kerner disse:

“Em termos de impulsionar o preço do bitcoin, novamente, talvez esteja tendo um impacto, e uma implosão seria prejudicial. Mas o movimento do bitcoin não é construído no que acontece por trás do Tether. ”

A história termina aqui

Haohan Xu, CEO da Apifiny, uma rede global de comércio de ativos digitais, acha que, de uma forma ou de outra, o Tether terá que pagar. Ele disse:

“O Tether vai enfrentar um acerto de contas. Eles alegaram que cada tether era lastreado em um dólar americano e, em 14 de março de 2019, o Tether mudou essa declaração. Para a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos ou qualquer regulador, a história termina aqui. ”

Haohan explicou o quadro jurídico que enquadra a violação da lei por parte do Tether. Artigos do Advisers Act Rule da SEC (o motivo pelo qual tantos vídeos fazem alegações de que eles não são consultores financeiros), proíbem anúncios ou depoimentos de qualquer relatório ou serviço prestado como consultor financeiro. Dessa forma, eles podem interpretar que apontar o valor do tether em US$ 1 USD, viola esta regra.

Mas é o Departamento de Serviços Financeiros do Estado de Nova York (NYSDFS) que Hoahan diz ter mais evidências contra o Tether:

“A adoção da Lei Martin em Nova York tem sido utilizada para proibir todas as práticas enganosas, bem como falsas promessas, relacionadas à oferta, venda ou compra de títulos e commodities. Agora, com a adição de sua licença de moeda virtual, o escopo regulatório de Nova York foi estendido para stablecoins e ativos digitais.”

Bitfinex e Tether estão encrencados 

Depois, há o problema com a Bitfinex e Tether. A auditoria deles, realizada pela Freeh, Sporkin & Sullivan LLP em junho de 2018, pode não ter sido legal, ou pelo menos, considerada imparcial. Conforme aponta Haohan:

“Atualmente, apenas 0,74 centavos de dólar fazem lastro de cada token de tether. Isso inclui empréstimos da exchange que mais se beneficia do tether — Bitfinex! O saldo de equivalentes de caixa de faz o lastro de tether é de propriedade, que é outra questão regulatória. ”

Por fim, Haohan acredita que Tether e Bitfiniex acabarão sendo considerados de algo, só que pode demorar um pouco:

“As operações do NYSDFS estão sendo desaceleradas por tarefas relacionadas a Covid-19, então a capacidade de operar em um ambiente normal atrasou o processo do Tether/Bitfinex. No entanto, não se engane: a ação formal da SEC ou do NYSDFS ocorrerá em breve.”

No geral, os especialistas parecem concordar que Tether está com algum tipo de problema. Mesmo que o espaço das criptomoedas seja novo, parece improvável que os órgãos reguladores deixem passar a oportunidade de fazer estalar o chicote.

Ao mesmo tempo, as consequências de qualquer fraude por parte do Tether e da Bitfinex podem acabar sendo tão pequenas quanto multas. Mesmo que o USDT desabe, no final do dia soluções mais confiáveis, mais bem reguladas e descentralizadas podem surgir para tomar sua participação de mercado.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Harry Leeds é um escritor, editor e jornalista que passou muito tempo na ex-URSS cobrindo comida, criptomoedas e saúde. Ele também traduz poesia e edita a revista literária mumbermag.me.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá