O Federal Reserve se torna o maior investidor do mundo

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O banco central americano possui agora um total de 22.913 títulos diferentes.

  • A maior parte de seu balanço patrimonial ainda é formado por títulos do tesouro e títulos lastreados em hipotecas.

  • Todo o dinheiro recém-impresso está fluindo para os preços dos ativos, ao invés da economia real.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Federal Reserve atingiu um novo marco na corrida para ter o maior balanço patrimonial do mundo. O banco central americano enlouqueceu em 2020 e imprimiu dólares sem parar.



Usando a crise do coronavírus e os efeitos do bloqueio global na economia como desculpa, o Fed comprou tantos ativos ultimamente que se tornou o maior investidor do planeta.

Esta é uma estratégia sustentável? E se não, por quanto tempo a festa pode durar até que os mercados percebam que todo dinheiro fiduciário é uma farsa?



Federal Reserve: o maior investidor do mundo

Quando perguntado ‘Quem é o maior investidor do mundo?’ muitos provavelmente responderiam a alguém como Rockefeller ou Rothschild. Talvez alguns que são mais experientes financeiramente citariam alguns fundos de investimento importantes.

A resposta certa é nenhuma das anteriores.

O Federal Reserve of America é atualmente o maior investidor do planeta Terra com um total de 22.913 títulos diferentes , de acordo com a Bloomberg.

Trecho do balanço do Federal Reserve. | Fonte: Bloomberg

No entanto, os títulos corporativos ainda representam meros US $ 5 bilhões do total. O balanço do Fed ainda se baseia principalmente em títulos do tesouro e lastreados em hipotecas. A questão é: quanto dos preços atuais de ativos de grande capitalização como Tesla ou Apple são apenas parte da bomba do Fed?

A estratégia do Fed é simples: manter o dólar vivo . Ele pode imprimir quantos dólares quiser e, agora, com a pandemia de COVID-19 e a atual instabilidade social nos Estados Unidos, muitos não estão verificando para onde esses dólares estão indo.

O dinheiro raramente chega ao bolso dos cidadãos ou dos pequenos negócios das ruas principais. A maior parte da moeda fiduciária recém impressa é canalizada diretamente para o mercado de ações.

Uma necessidade desesperada de inflação

Os bancos centrais amam a inflação – nem muito nem pouco. O Federal Reserve imprime dinheiro constantemente, o que tem mantido a inflação em torno do nível mágico de 2%, um número normalmente considerado sustentável pelos grandes bancos centrais.

Este sistema permite que os governos se endividem ainda mais, pois a inflação constante facilita o pagamento da dívida nacional. Como a inflação reduz o poder de compra, os grandes investidores estão transferindo sua liquidez de títulos para ações – e o Federal Reserve também o fez.

Como destaca Preston Pysh, cofundador da Investor’s Podcast Network, estamos chegando a um ponto crítico com a inflação.

Temos cada vez mais dinheiro entrando na economia, mas partes maiores dele vão apenas para ativos como ações, títulos, metais preciosos e criptomoeda.

Quanto tempo isso pode durar?

Essa estratégia de impressão de dinheiro vem acontecendo há décadas, mas desde a Grande Crise Financeira de 2008, ela se acelerou.

Uma das consequências diretas desse influxo de dinheiro é que os mercados de ações estão registrando rendimentos recordes em comparação com os títulos do tesouro de 10 anos:

Gráfico que mostra o desempenho dos rendimentos entre S&P 500 e títulos do Tesouro de 10 anos. | Fonte: BofA

Muitos analistas financeiros já estão pedindo uma mudança na política. Jared Woodard, analista do Comitê de Investimentos de Pesquisa do Bank of America, disse:

PIB estagnado, o aprofundamento da desigualdade e a ameaça de fracasso das políticas nos tornam otimistas sobre as coisas que não queremos comprar (crescimento, grandes capitalizações, EUA) e baixistas sobre as coisas que desejamos possuir (valor, pequenas capitalizações , EAFE) porque, sem uma transformação econômica, qualquer reversão nas fileiras dos vencedores do mercado & os perdedores podem durar apenas uma temporada.

A política de impressão e compra do Fed levanta questões éticas. O Federal Reserve pode imprimir todo o dinheiro que quiser e também pode comprar todos os títulos sem questionar. Isso lhe dá um poder sem precedentes para pump & dump em qualquer ativo à vontade.

Embora isso fortaleça o caso do Bitcoin com sua escassez codificada, quanto dele está nos balanços dos bancos centrais do mundo? Será que a Tether é o cavalo de troia do Fed para imprimir dinheiro dentro da indústria de criptomoedas?

Os investidores devem ficar atentos aos desenvolvimentos constantes em torno das políticas de inflação do Federal Reserve. Talvez, parte da recente alta do mercado seja apenas uma consequência de ter mais dólares ao redor, ao invés de uma tendência saudável de alta no preço dos ativos digitais.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

A opinião da equipe BeInCrypto em uma única voz.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá