O futuro das criptomoedas em vista do presente incerto

Compartilhar Artigo

Juros negativos, inversão da curva de títulos públicos, escalada de preço dos metais preciosos… são muitas as pistas de que existe algo de errado com a economia global.



Muitos acreditam que os acontecimentos de 2008 foram simplesmente o prelúdio de uma crise ainda maior que nos aguarda em um futuro mais ou menos próximo. Desde 2008, mais de 10 anos se passaram e não é possível saber mais quanto tempo teremos que aguardar até que o próximo gatilho desencadeie a nova crise – que de nova não tem nada, uma vez que seria apenas continuação da crise anterior.

Mais recentemente, a guerra comercial entre China e Estados Unidos tem começado a abalar o sensível chão onde está apoiada a base da frágil economia global. O perigoso jogo de ação e reação fica aparente quando um lado aumenta tarifas de importação e em seguida o outro lado desvaloriza a própria moeda. A observação contínua dessa partida de xadrez 4D até poderia ser divertida se não fosse a real possibilidade de uma guerra real, que costuma ter como gatilho as guerras comerciais.

No meio de toda essa confusão e incerteza, sem mencionar a desinformação por parte da grande mídia, uma tecnologia tem ganhado cada vez mais mentes e corações esperançosos de que ela possa trazer um pouco de sanidade para um mundo à beira da loucura – a tecnologia blockchain. Enquanto guerras cambiais causam volatilidade em moedas fiduciárias nacionais (o chamado dinheiro FIAT), a tendência de longo prazo das criptomoedas, especialmente a Bitcoin, mostra uma notável estabilidade e contínua tendência de alta.

Não sabemos o que o futuro aguarda, no entanto, o panorama para moedas mais ou menos semelhantes ao Bitcoin, tais como Litecoin, Bitcoin Cash, Dash, Monero, entre outras, está cada vez mais brilhante.

E você o que pensa sobre a economia global? Acredita que o Bitcoin pode se tornar a moeda de referência internacional? Deixe seus comentários abaixo.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Vini se formou em geologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil e trabalhou com gerenciamento de projetos na área de exploração mineral em empresas como BHP Billiton e Vale. Ele se envolveu com o bitcoin em 2011, quando comprou suas primeiras moedas através do jogo online “Second Life”, mas usou a maioria de suas primeiras moedas aprendendo a fazer transações e negociar. Depois disso, ele se tornou um entusiasta da tecnologia blockchain e desde então focou sua carreira para esse campo. Recentemente, ele se dedica à programação frequentando o Le Wagon Coding Bootcamp e Ivan On Tech Academy.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá