O uso de criptomoedas como forma de pagamento no Brasil

Compartilhar Artigo

Sem dúvida, a evolução dos criptoativos tem sido fantástica. Se olharmos o meio blockchain, desde o lançamento do Bitcoin (BTC) até os dias de hoje, veremos o quanto o setor é fascinante.



Apesar de a especulação ainda ser forte nesse mercado, ela tem perdido espaço para os fundamentos dos ativos digitais. O BTC, por exemplo, já é visto por muitos do mercado tradicional como uma proteção contra a inflação, uma verdadeira reserva de valor. Todavia, Satoshi Nakamoto criou o criptoativo com o intuito de fazê-lo um dinheiro que será utilizado no dia a dia, uma forma de troca sem intermediários.

Que o Bitcoin é a melhor evolução do que conhecemos como escambo é um fato, mas será que ele está sendo utilizado para pagamento? E as altcoins? Estão sendo aceitas pelos comerciantes? De acordo com os dados do Coinmap, atualmente, temos 22.004 locais que aceitam Bitcoin como pagamento no mundo. Em relação a 2019, esse número teve um crescimento de 38.84%. Além disso, não podemos esquecer que a Mastercard deseja aceitar criptomoedas para pagamento de forma direta. Ou seja, ao invés de trabalhar com fornecedores que oferecem esse serviço, ela optará pelos pagamentos diretos que farão o processo mais rápido e mais barato.



Bitcoin e suas vantagens frentes às moedas fiduciárias

Semelhantemente à moeda fiduciária, o Bitcoin pode ser utilizado para a compra de bens e serviços. Contudo, o grande destaque é que você não precisa de intermediários para isso. Além disso, consegue transmitir valor, pois está passando um dinheiro escasso e descentralizado. Por outro lado, ainda vemos que diversas lojas já aceitam o ativo digital, mas através de gateways de pagamento. Isso porque, de acordo com muitos detratores do criptoativo, o BTC ainda é volátil e isso dificulta sua aceitação.

Mas, será que não podemos colocar que o real brasileiro, por exemplo, também é volátil? Afinal, você está recebendo um dinheiro fiduciário que também flutua em relação ao dólar americano. Apesar de a volatilidade do Bitcoin ser maior, se comparada ao do real, vemos que o criptoativo, como pagamento, entrega muito mais valor. No último ano, vimos que o criptoativo teve uma volatilidade de 60.6%, de acordo com os dados do Valor Investe. Enquanto isso, a Uol apontou que a variação do real brasileiro foi de 27,9%. Todavia, enquanto o primeiro terminou 2020 com uma valorização de 419% o segundo termina com uma queda de 22.4% frente ao dólar americano. Dessa maneira, vamos te mostrar algumas formas de realizar pagamentos com criptomoedas no Brasil.

Serviços de pagamentos utilizando Criptomoedas no Brasil
O B2U Pay representa a entrada da BitcoinToYou nesse cenário de popularização e aceitação dos ativos digitais. Através da máquina de pagamento oferecida pela corretora, comerciantes poderão receber diretamente pagamentos em criptoativos. Além qualquer ativo digital negociado na corretora poderá ser vendido através de PIX, dinheiro ou cartão de débito e crédito.

Além os Gateways de pagamentos, como o B2U Pay, alguns brasileiros já utilizam Bancos Digitais, que possuem cartões de débito recarregável com criptomoeda para o pagamento no dia a dia. Por exemplo, o AlterBank, Kamoney e o B2U Bank que será lançado em breve.

Número de empresas que começam a aceitar Bitcoin diretamente está crescendo

Apesar de existir essa facilitação através das empresas mencionadas, não podemos deixar de apontar que o número de estabelecimentos que aceitam Bitcoin diretamente está crescendo. Só para exemplificar, em 2015, o número de empresas que aceitavam o ativo digital no Brasil era de 150.

Atualmente, os dados do Mapa Bitcoin apontam para 456 empresas já estão nos negócios do BTC . O grande destaque está na região sudeste que detém 41.80% dessas empresas. Em relação aos profissionais que aceitam Bitcoin, podemos apontar que Aracajú é a capital do criptoativo. Cerca de 33% de todos os cadastros estão no município de Sergipe.

15 empresas no Brasil que aceitam Bitcoin como pagamento

Wayne Tattoo- São Paulo
Tecnisa
PreVet Home- São Paulo
Nobile Plaza Hotel- Brasília
JSHotel- São Paulo
Calvin Klein- lojas de São Paulo
Cine Multi- Florianópolis
Pizzaria Camelo- São Paulo
TerceiraIdade- Loja virtual
55bits- Agência de Marketing Digital
Luz e Calçados- São Paulo
DMB Tecnologia- Rio de Janeiro
Pousada Luzes de Geribá- Búzios-Rio de Janeiro
UltraFitness- Loja virtual
Las Magrelas- São Paulo

10 empresas globais que já aceitam Bitcoin

Microsoft
WordPress
KFC Canadá
Pornhub
Bloomberg
Badoo
Dish Network
NewEgg
AvaTrade
Expedia
Rakuten

Ainda há obstáculos a serem vencidos

Apesar de vermos que o crescimento da aceitação do Bitcoin como pagamento tem sido constante, há alguns anos, por exemplo, tínhamos apenas a comunidade do ativo digital o aceitando, observamos que o BTC ainda tem um longo caminho pela frente. Como resultado da crescente cultura do buy and hold, acabamos deixando de lado o verdadeiro propósito do Bitcoin.

Além disso, essa cultura impede que mais empresas aceitem o criptoativo para pagamento, pois as que já trabalham com ele não são incentivadas. O Bitcoin estar crescendo como uma reserva de valor também é um impedimento para sua adoção no comércio. Assim sendo, mais explicações sobre as altcoins pode ser uma forma de disseminar os ativos digitais para pagamento. Afinal, precisamos mesmo que o BTC seja o grande escolhido para essa arena? Será mesmo que não existem ativos alternativos que se encaixam melhor nesse cenário?

Disclaimer: as opiniões aqui expressas são exclusivamente do(s) autor(es), não necessariamente representando as opiniões do BeInCrypto ou de seus editores.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

André Horta é CEO da Bitcointoyou. Trabalha há mais de dez anos com Tecnologia da Informação. Graduado em Informações do Sistema pela PUC-SP. Foi também professor da Universidade Presidente Antonio Carlos e CEFET. Escreve como colunista no portal BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá