Onda gigante de inadimplência esmaga os maiores bancos da China

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Bancos chineses registraram níveis recordes de inadimplência após a crise do coronavírus

  • O governo também obrigou os bancos a emprestar às empresas, criando uma crise de crédito

  • Globalmente, os bancos estão enfrentando crises semelhantes à medida que a liquidez colide com a inadimplência

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma onda esmagadora de empréstimos de má qualidade para empresas criou uma tempestade perfeita para os maiores bancos da China.



Os quatro maiores bancos do país registraram queda de lucro de pelo menos 10%. Além disso, os 1000 maiores bancos tiveram perdas de 25% em média.

A principal causa do recuo nos lucros é o insucesso dos empréstimos comerciais. Os inadimplentes chegaram a 2,7 trilhões de yuans. Isso representa mais de 5% do setor bancário chinês, atualmente avaliado em 45 trilhões de yuans.



Como comprar Bitcoin e entrar no grupo de sinais gratuito do BeInCrypto

A crise de crise COVID-19 da China

O setor bancário na China sofreu a maior pressão de todos os tempos durante a crise do COVID-19. Como as empresas foram forçadas a fechar para proteger a saúde pública, os proprietários não conseguiram pagar os empréstimos.

No entanto, em um esforço para manter a economia ativa, o governo chinês exigiu que os bancos emprestassem capital, mesmo sob alto risco. Isso levou a um aperto fiscal entre a nova dívida e a dívida não paga, resultando em perdas substanciais. Analistas do Citigroup, liderados por Judy Zhang, disseram.

Sob crescente pressão política, os bancos chineses não apenas tiveram que cortar ainda mais os rendimentos dos empréstimos para subsidiar a economia real, mas também precisam acelerar o provisionamento anticíclico e adotar premissas mais conservadoras de inadimplência na definição das provisões.

Na análise final, os bancos chineses podem ter uma perda líquida de 25% em 2020, a maior reversão na história bancária chinesa.

Problemas bancários globais

Embora as ações de bancos em todo o mundo estejam relativamente em alta, o sentimento geral ainda é negativo. Muitos bancos, incluindo HSBC e JPMorgan, sugeriram que a crise causou um impacto substancial no setor bancário.

Isso reflete uma preocupação mais ampla de que o sistema bancário como um todo, incluindo os bancos centrais, possa estar em apuros. A atividade de estímulo da maioria das nações aparentemente evitou crises de liquidez, mas os problemas relacionados permanecem.

Em resposta, o Banco Central (FED) dos EUA deu uma guinada para permitir uma inflação maior e, portanto, maior liquidez. A medida também foi associada a uma ampla flexibilização quantitativa de referência de zero por cento para empréstimos.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Com formação em ciências e redação, os dias de criptomania de Jon começaram em 2011, quando ele ouviu falar sobre o Bitcoin pela primeira vez. Desde então, ele tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações e ICOs do setor. Após uma breve passagem pela Índia, ele e sua família vivem no sul da Califórnia.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá