Ouro atinge a mínima de duas semanas enquanto Bitcoin sobe

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Ativo sofre com maior otimismo do investidor

  • Para analistas, há maior apetite ao risco

  • Tendo seguido caminho parecido antes, Bitcoin volta a subir

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Enquanto o Bitcoin volta a subir nesta quarta-feira (27) para acima dos US$ 9 mil, o ouro atingiu o valor mínimo das duas últimas semanas. Atualmente, o ativo de reserva é cotado a US$ 1.700.



O valor é o menor desde o dia 12 de maio. Após aquela data, o ouro subiu e alcançou US$ 1.747 no dia 20, mas começou a cair. O ativo é um dos que vinham se apreciando com a crise do coronavírus. A disparada começou em 19 de março, no auge do pessimismo do mercado.

A reserva de valor, no entanto, já começa a sentir os efeitos das retomadas da economia. O preço cai conforme investidores aumentam a expectativa de recuperação econômica.



Recentemente, o JP Morgan disse que os EUA podem apresentar sinais de retomada já no segundo trimestre. Além disso, a Europa prepara pacote de 750 bilhões de euros para resgatar a economia. Além disso, investidores apostam fichas em uma possível vacina para a Covid-19.

 Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

O cenário leva investidores para ativos mais arriscados, saindo do ouro. Segundo analistas ouvidos pela agência Reuters, no entanto, ainda há perspectiva positiva para o ouro, que é visto como um ativo refúgio durante tempos de incerteza política e econômica.

O banco Citi, por exemplo, defende que o preço do ativo deverá subir no longo prazo, apesar da retração dos últimos dias. Em nota, a instituição aponta que está “totalmente otimista (em relação ao) ouro para o médio prazo e previsão de que os US$ 2 mil serão ultrapassados nos próximos 12 meses”.

Ouro x Bitcoin

Depois da queda em março, o Bitcoin iniciou um movimento de subida que começou a dar força à ideia da criptomoeda como reserva de valor. No auge da crise, o BTC foi de US$ 4.843 em 13 de março para US$ 10 mil pouco antes do halving.

A moeda digital vem de semanas de alta volatilidade, indo novamente ao patamar de US$ 8 mil. Mas, hoje, volta para a casa dos US$ 9 mil. Mesmo tendo se valorizado também na subida do ouro a subir, o ambiente de maior risco parece beneficiar o Bitcoin.

Segundo o Cointrader Monitor, o BTC é negociado nesta manhã no Brasil, em média, por R$ 48.459. Em exchanges com bom volume, como Mercado Bitcoin e BitcoinTrade, o preço da criptomoeda já passa dos R$ 49 mil.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá