Países Estão Comprando Ouro Enquanto Deveriam Comprar Bitcoin

Compartilhar Artigo

A Polônia comprou 100 toneladas de ouro do Banco da Inglaterra, tornando-o o 22º maior detentor de barras de ouro do mundo. Se beneficiaria de colocar esse dinheiro no Bitcoin?



De acordo com o BNN Bloomberg, o governador do Banco Central Adam Glapinski disse a repórteres que as reservas de ouro representam “a força do país”. Isso ocorre no momento em que as especulações sobre uma possível recessão estão ocorrendo, um ponto que os proponentes de criptomoedas usam para enfatizar seu potencial sobre ativos tradicionais.

Toneladas em toneladas de ouro, não Bitcoin

100 toneladas de ouro coloca as reservas do país em 228,6 toneladas, tendo comprado 126 toneladas em 2018. O Banco Central da Polônia disse que isso faz da Polônia o 22º maior detentor de barras de ouro do mundo e o maior detentor de ouro na região da União da Europa Oriental. O valor total chega a US $ 121,9 bilhões.



Em novembro de 2018, o Banco da Inglaterra se recusou a devolver 14 toneladas de ouro para a Venezuela – o que suscita a pergunta: mesmo que um país possa repatriar seu ouro, que garantia existe? Por que se recusam a devolvê-lo? No caso da Venezuela, o Banco da Inglaterra recusou devido a questões relacionadas a segurança e porque desejava saber o que a Venezuela planejava fazer com o ouro.

Países fazendo movimentos econômicos preocupantes

Com o crescente tumulto político e econômico, as criptomoedas permanecem como um ativo seguro e sem censura. A Polônia não é o único país que está realizando movimentos que podem ser vistos como não suficientemente progressivos para uma economia – ou, às vezes, totalmente inúteis.

Recentemente, um banco alemão começou implementar taxas de juros negativas para clientes com pequenos depósitos – normalmente os mais afetados por essas decisões. As taxas de juros negativas significam essencialmente que um cliente é cobrado simplesmente por ter uma conta bancária, e tal movimento estaria tirando dinheiro daqueles que já sofrem. O Banco Central Europeu introduziu taxas de juros negativas em 2014.

Da mesma forma, países como a Venezuela estão passando por imensos problemas sócio econômicos, como  turbulência econômica e acarretando em um grande prejuízo apra a qualidade de vida da população, não tendo condições para comprar até os recursos mais básicos para sustentar uma família.

É em um momento em que um indivíduo não pode ser garantido que ele ou ela possui o dinheiro que as criptomoedas permitem. Mais portátil e prático que o ouro, o Bitcoin é a versão prática do ouro que todos podem dizer que são seus.

No longo prazo, o Bitcoin será mais relevante que o ouro? Deixe nos comentários a sua opinião! Aproveite para compartilhar no Twitter e no Facebook!


As imagens são cortesia da Shutterstock.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Caio é um grande entusiasta de criptomoedas e day trader em tempo integral. A paixão pelo mercado financeiro e pela escrita permitiu que começasse a fazer parte do projeto BeInCrypto em ser o principal portal de notícias de criptomoedas e blockchain. Caio é também estudante de Ciências Econômicas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá