Para onde vão BTC, ETH, XRP, SXP, ZEC, UNI e LINK: análise técnica

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O BTC está sendo negociando dentro de um canal de alta.

  • ETH rompeu uma linha de resistência no curto prazo.

  • SXP segue uma linha de tendência de alta

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Bitcoin (BTC) está sendo negociado dentro de um canal de alta.

Patrocinados



Patrocinados

Ethereum (ETH) rompeu uma resistência no curto prazo, e a Swipe (SXP) segue uma linha de suporte.

A XRP (XRP) está potencialmente chegando ao fim de sua correção, enquanto Uniswap (UNI), ChainLink (LINK) e Zcash (ZEC) recuperaram níveis de suporte horizontais.

Patrocinados



Patrocinados

BTC

O BTC está sendo negociado no fundo de um canal de alta. Isso geralmente indica um movimento de correção. Portanto, um rompimento pode ser o cenário mais provável.

Ambos MACD e RSI indicam queda. O primeiro está negativo, enquanto o segundo está abaixo de 50 pontos. Além disso, o oscilador estocástico fez um cruzamento de baixa.

O suporte mais próximo está em US$ 51.000. Essa faixa representa a retração 0,616 de Fibonacci, além de ser um suporte horizontal do preço. O suporte mais próximo seria no nível 0,786 de Fibonacci, nos US$ 47.675.

Gráfico do TradingView

ETH

A ETH estava seguindo uma linha de resistência desde que atingiu a sua máxima histórica, na última sexta-feira (16). Já na quarta-feira (21), o ativo conseguiu romper a linha.

Atualmente, a altcoin está sendo negociada dentro da resistência de US$ 2.500. O gráfico no curto prazo mostra uma fraqueza no preço, devido à divergência de baixa indicada pelo RSI e pelo MACD.

Portanto, é possível que o preço da ETH caia, validando a resistência atual.

Apesar da possibilidade de queda no curto prazo, a expectativa é que a criptomoeda continue seu movimento de alta no longo prazo.

Gráfico do TradingView

XRP

A XRP vem caindo desde o dia 14 de abril, após atingir a alta de US$ 1,96. Esse valor pode ter sido o topo de uma onda três de curto prazo (destacado em laranja).

O ativo passa atualmente por correção, atingindo o nível de retração de 0,5 de Fibonacci, em US$ 1,21.

Entretanto, é possível que a XRP caia até o nível de 0,618 de Fibonacci, em US$ 1,029, antes que comece a subir novamente.

Gráfico do TradingView

SXP

A SXP tem acompanhado uma linha de tendência de alta desde o dia 22 de janeiro. Além disso, a criptomoeda enfrenta uma resistência em US$ 4.

Depois da grande subida no dia 4 de abril, o ativo atingiu uma nova máxima de US$ 5,57 no dia 10 deste mês. No entanto, o preço tem caído desde então.

O token chegou a ficar abaixo da área de US$ 4, que deveria atuar como suporte. Entretanto, a linha de tendência de alta ainda não foi quebrada.

Os indicadores técnicos são de baixa. Dessa forma, é possível que a SXP caia para testar esta linha outra vez, antes de voltar a subir.

Gráfico do TradingView

ZEC

No último sábado (17), a ZEC atingiu uma alta de US$ 308,22. No dia seguinte, o ativo teve uma forte queda, chegando à mínima de US$ 178,30.

Entretanto, um pavio muito longo foi deixado no gráfico, indicando um forte sinal da força compradora. O pavio também validou a faixa de US$ 190 como suporte.

Apesar da queda, os indicadores técnicos são otimistas.

Embora haja a possibilidade de reteste nos US$ 190, a tendência permanece sendo de alta, desde que a ZEC não feche candles maiores abaixo desse suporte.

Gráfico do TradingView

UNI

No dia 15 de abril, a UNI atingiu a sua máxima histórica de US$ 39,60. Após esse dia, a moeda caiu drasticamente.

Apesar da queda, o ativo conseguiu recuperar a área de US$ 34,50, que agora funciona como suporte.

Os indicadores técnicos voltaram a ser otimistas. Principalmente o RSI estocástico, e o RSI acima dos 50 pontos.

A próxima resistência da criptomoeda está localizada em US$ 47,20. Isso se deve à retração 1,61 de Fibonacci da queda mais recente.

Gráfico do TradingView

A LINK está caindo desde o dia 15 de abril, quando atingiu sua máxima histórica de US$ 44,33.

A queda que continuou e levou o preço de volta para os US$ 34, validando o nível como suporte. Além disso, o token também está seguindo uma linha de tendência de alta, que se mantém enquanto a LINK estiver sendo negociada acima desse suporte.

A próxima resistência se encontra nos US$ 46,88.

Gráfico do TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Valdrin é um entusiasta de criptomoedas e um operador financeiro. Depois de obter um mestrado em Mercados Financeiros na Barcelona Graduate School of Economics, começou a trabalhar no Ministério do Desenvolvimento Econômico em seu país natal, Kosovo. Em 2019, ele decidiu se concentrar em tempo integral em criptomoedas e negociação.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

A ICO da Bit2Me ACABA DE COMEÇAR! Compre o token B2M agora.

Comprar agora!

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora