Pix terá função de devolução em caso de fraudes, incluindo criptomoedas

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O Pix vai ganhar um mecanismo de devolução de valores em seu aniversário de 1 ano.

  • O recurso poderá ser usado em caso de fraudes ou falha nos sistemas bancários.

  • A facilidade do Pix fez com que ele fosse adotado por criminosos em golpes online.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Pix ganhará um mecanismo especial de devolução de valores a partir de novembro, quando fizer um ano de vida, informou o Banco Central.

Patrocinados



Patrocinados

As alterações foram oficializadas na terça-feira (8), na resolução Nº 103 do BCB e visam permitir que o usuário que fez o Pix ou sua instituição bancária recuperem os recursos transferidos em caso de suspeita de fraude ou falha operacional.

O sistema de devolução existente atualmente só prevê que o usuário que recebeu o dinheiro inicie uma devolução. Segundo o Banco Central, estas novas diretrizes não estavam nos planos originais.

Patrocinados



Patrocinados

“Entretanto, não havia previsão de que a devolução fosse iniciada pela instituição de relacionamento do usuário recebedor. Assim, atualmente, em uma eventual fraude ou falha operacional, as instituições envolvidas precisam estabelecer procedimentos operacionais bilaterais, de forma a efetuar as comunicações relacionadas a solicitações e recebimentos de pedidos de devoluções, dificultando o processo e aumentando o tempo necessário para que o caso seja analisado e finalizado, reduzindo a eficácia das devoluções.”

O Bacen também garantiu que o novo mecanismo dará “mais celeridade e eficiência ao processo de devolução, aumentando a possibilidade de os usuários reaverem os valores em casos de fraude”.

Segundo a resolução do Banco Central, o usuário que efetuar o pagamento ou seu sistema bancário poderá fazer o pedido de cancelamento em até 90 dias após a transação, que deverá ser respondida pelo sistema bancário do recebedor, desde que este pedido ocorra por suspeita de fraudes ou falha no sistema de transferência.

Este último deverá ser notificado antes da movimentação dos recursos e terá até trinta dias para responder e solicitar o cancelamento da devolução. Nos casos em que haja suspeitas de fraude, o prestador de serviço de pagamento deve notificar quem recebeu o dinheiro, que poderá então analisar a infração e “decidir por aceitá-la ou rejeitá-la”.

A mudança também deve envolver exchanges de criptomoedas no Brasil, que oferecem o Pix mediante parceria com bancos digitais obrigados a seguir as mesmas regras de bancos tradicionais para operar o sistema de pagamento instantâneo do BC.

Pix

Inspirado no Bitcoin, o Pix foi instituído no Brasil em novembro de 2020 e oferece uma solução rápida e prática para a transferência de fundos entre pessoas. Desde então, o recurso passou a ser aceito por várias exchanges de criptomoedas que atuam no território nacional, como a Binance, Bitpreço, Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDax e, mais recentemente, a OKEx.

A introdução do sistema também foi acompanhada de controvérsias. A facilidade de uso fez com que ele fosse rapidamente adotado por golpistas em todo o país, que também levou à aprovação de uma lei que aumenta as penas para crimes virtuais. Há também relatos de pessoas que usaram o sistema para enviar cantadas para pessoas acompanhados de pagamentos baixos.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Jornalista de dados por formação, atuo no ramo de tecnologia há dez anos. Foi durante este tempo que conheci o mundo de criptomoedas, que venho acompanhando desde então. Já atuei para o grupo Globo, o jornal Gazeta do Povo de Curitiba (PR) e atualmente também escrevo para o portal UOL.

SEGUIR O AUTOR

Previsões de cripto com o Melhor Canal de Sinais com +70% de acertos!

Entre Agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora