Polícia Tem Lucro de 2.000% com Bitcoin Apreendido de Criminoso

Compartilhar Artigo

Criptomoeda foi utilizada para importar armas de fogo consideradas ilegais na Austrália.



A Polícia Federal da Austrália teve um lucro de 2.000% com o Bitcoin. O lucro foi registrado em apenas dois anos e aconteceu após as autoridades terem acesso as criptomoedas provenientes da importação ilegal de armas de fogo. Nesse caso, o Bitcoin apreendido era fruto da venda de três armas de fogo proibidas pela Austrália.

A investigação começou em 2016, após o criminoso ser identificado pelas autoridades australianas. O homem foi preso na ocasião, mas somente no final de 2018 é que a polícia conseguiu recuperar os Bitcoins do infrator. A criptomoeda foi utilizada como forma de pagamento pelas armas de fogo negociadas pelo criminoso na internet.



Homem vendeu armas em troca de Bitcoin pela internet

Em 2016 o preço do Bitcoin estava abaixo de US$ 1 mil no mercado. Com a apreensão da polícia australiana, no mínimo 5 BTC estavam envolvidos no caso da venda ilegal de armas de fogo. De acordo com a investigação, cerca de US$ 5 mil em Bitcoin foram encontrados com o homem que foi preso.

Esse valor correspondia, até então, a uma quantidade considerável de Bitcoin. Na época em que o crime aconteceu, a criptomoeda estava desvalorizada em comparação com os dias atuais. E entre todo o processo de confiscação do Bitcoin, a criptomoeda conseguiu subir mais de 20 vezes.

Os policiais encontraram os Bitcoins armazenados em uma carteira física para a criptomoeda. A carteira foi gerada para armazenar os Bitcoins fruto da venda de armas de fogo que não podem ser importadas na Austrália. O caso foi reportado no relatório anual de atividades da polícia federal daquele país.

“Em janeiro de 2016, um homem foi acusado e posteriormente condenado pela importação de três armas de fogo. O pagamento pelas armas de fogo foi feito em Bitcoin”.

Bitcoin subiu de US$ 5 mil para US$ 100 mil

Cerca de US$ 5 mil em Bitcoin foram transformados em mais de US$ 100 mil. A incrível valorização aconteceu em quase dois anos. Esse foi o período em que as criptomoedas estiveram completamente paradas. Dessa forma, a polícia australiana registrou um impressionante lucro de mais de 2.000% neste período.

Somente no início de 2018 é que o Bitcoin do criminoso pode ser confiscado pelas autoridades. Após a identificação da carteira onde as criptomoedas estavam armazenadas, mais alguns meses se arrastaram até a confiscação acontecer de fato.

Naquele ano o preço do Bitcoin saltou de US$ 1 mil para quase US$ 20 mil. Em novembro de 2018 finalmente uma força-tarefa de Brisbane conseguiu colocar as mãos no Bitcoin. A espera também foi consoante ao processo judicial, em que o criminoso aceitou entregar as criptomoedas às autoridades.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá