Preço do Bitcoin prepara subida com quase R$ 2 bilhões de Tether (USDT) despejados no mercado

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Preço do Bitcoin pode disparar se os R$ 2 bilhões em USDT forem levados em conta

  • Glassnode aponta forte correlação entre saldos em exchanges e preço do BTC

  • Criptomoeda ensaia subida após fala do presidente do Banco Central dos EUA

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O preço do Bitcoin vem falhando em superar resistências abaixo dos US$ 12.000, mas isso pode mudar nas próximas horas. Movimento de investidores nos bastidores com Tether (USDT) indicam que o valor da criptomoeda pode estar se preparando para voltar a subir.



O Tether Treasury, responsável por emitir USDT, adicionou o equivalente a US$ 320 milhões da stablecoin no mercado apenas na última semana. Na cotação atual da moeda americana, o valor é mesmo que R$ 1,79 bilhão.

O valor, somado a dezenas de milhões de dólares adicionados a exchanges, elevou o poder de compra do USDT na comparação com o Bitcoin. Com o preço baixo, significa que, hoje, um mesmo dólar pode comprar mais Bitcoin.



Segundo a empresa de análise de dados Glassnode, trata-se de um sinal de possível subida no preço do Bitcoin. Atualmente, o dado que mede a razão entre esses dois valores está três vezes mais alta do que o último registro desse preço em 2019.

A Razão de Oferta de Stablecoin atual indica um alto poder de compra de stablecoins em relação ao Bitcoin. E, portanto, um potencial maior para um movimento ascendente do BTC. A ROS está 3 vezes mais intensa do que quando o BTC atingiu esses níveis de preço há um ano.

O aumento constante de USDT nas exchanges também seria um sinal de que investidores estão só esperando o momento certo para começar a comprar Bitcoin de novo.

Um indício adicional vem de um aumento no saldo de USDT (ERC20) nas exchanges durante o ano passado – indicando que as stablecoins estão aguardado à espreita.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Preço do Bitcoin reage bem à fala do presidente do FED

O preço do Bitcoin voltou a subir imediatamente após o discurso de Jerome Powell, presidente do Banco Central americano. Na manhã desta quinta-feira (27), a autoridade do FED disse que o país terá uma tolerância maior com a inflação. Segundo ele, a meta irá subir gradualmente até os 2% ao ano.

Como resultado, o dólar iniciou nova queda frente às principais moedas globais. O índice DXY apresenta recuo de 0,58% às 10h32. Como consequência, o Real também apresenta valorização e volta a registrar menos de R$ 5,60 por um dólar.

Na mesma toada, o enfraquecimento do dólar volta a refletir em benefícios nas criptomoedas. O movimento foi rapidamente percebido pela comunidade cripto. No Twitter, o analista Crypto Michaël apontou para a reação do BTC.

Discurso interessante de Powell e reação ainda mais interessante do BTC.

Dessa maneira, o Bitcoin volta a superar os US$ 11.500 nesta manhã. Já no Brasil, mesmo com a queda do dólar, o BTC subiu quase R$ 1 mil em poucas horas. Atualmente, é cotado a cerca de R$ 64.600 na média das exchanges, segundo o Cointrader Monitor.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá