Preço do Bitcoin tem poucas chances de cair agora, mostram dados de exchanges

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Métrica no negativo mostra pouco interesse na venda de Bitcoin

  • BTC estaria em zona de acumulação

  • Da última vez que isso aconteceu houve subida de 30%

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Apesar das variações laterais e do receio de uma queda no horizonte, pode haver pouca chance de o Bitcoin cair de preço. Um dado específico sobre a criptomoeda indica, de fato, que atualmente existe a menor chance em meses de haver desvalorização.



O dado em questão é a diferença entre as médias móveis de reservas de exchanges de 30 e 90 dias. Historicamente, quanto menor essa métrica, menores são as chances de queda de preço. Em 2015, por exemplo, uma queda histórica nesse índice levou a uma alta de 30% em cerca de dois meses.

Um executivo da empresa de análise de dados CryptoQuant considera que a tendência atual é de compra de Bitcoin. Segundo Ki Young Ju, a diferenças entre as médias móveis caiu para a mínima história em maio, quando o BTC atingiu US$ 10.000.



Desde então, o número cresceu um pouco, mas se mantém em zona negativa. De acordo com o especialista, isso significa que o Bitcoin está em fase de acumulação. Ou seja, no momento, os investidores não estão pensando em vender, reduzindo as chances de uma depreciação.

Olhando para a história do Bitcoin desde 2015, podemos ver que sempre que [a diferença entre as médias móveis das reservas de exchanges] toca em zero ou fica negativo, o risco de queda diminui, significando uma fase de acumulação.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Retiradas diminuem pressão de venda e mantêm preço do Bitcoin

A métrica indica uma maior ou menor propensão de liquidação de um ativo. No negativo, o índice mostra que mais Bitcoin vem sendo retirado de exchanges recentemente. Com isso, diminuem as chances de um movimento de execução em massa de ordens de venda. Por fim, há menos pressão de venda e o preço do Bitcoin deixa de cair.

Um dos sinais de que isso é verdade é a volatilidade em níveis historicamente baixos para a criptomoeda. O cenário encoraja menos trade e, consequentemente, ainda menor volatilidade. Não coincidentemente, investidores têm optado pelas altcoins, como como LINK e DOGE, que lideram uma nova temporada de alta.

Acesse: BeInCrypto Trading Group Brasil

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá