“Primeira cidade inteligente” conta com Ethereum para os serviços de emergência

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Uma cidade polonesa implementou um contrato inteligente Ethereum para auxiliar os serviços de emergência

  • Agora, os bombeiros, a polícia e os serviços médicos poderão desbloquear portas com segurança

  • Afirma ser a primeira cidade a dar um passo tão grande para ser uma "cidade inteligente" do futuro

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A cidade polonesa de Olsztyn está usando um contrato inteligente da Ethereum para operar seus serviços de emergência. Afirma ser a primeira cidade a fazê-lo.



Correr para um prédio em chamas agora envolverá um contrato inteligente Ethereum n< cidade polonesa de Olsztyn .



O município queria uma forma de simplificar o acesso aos edifícios para serviços de emergência. Para fazer isso, eles usaram uma plataforma de conexão blockchain chamada SmartKey. Essa plataforma foi então associada a uma chave inteligente da marca Teltonika , ou seja, um dispositivo (que pode ser um aplicativo) transportado pelo pessoal.

De acordo com o Securityinformed.com , o dispositivo permite que a polícia, bombeiros e profissionais de emergência médica destrancem qualquer porta conectada à rede. Como a tecnologia usa um livro razão distribuído, é muito resistente a hack e é improvável que seja comprometida.

Agora, os serviços municipais de Olsztyn não terão que esperar pela permissão ou rastrear os keyholders ao tentarem entrar nos edifícios.

Gustaw Marek Brzezin, marechal da província de Vármia-Mazury, da qual Olsztyn é a capital, observou que equilibrar privacidade e segurança é um assunto difícil. Isso é verdade especialmente quando se trata do governo e dos serviços de emergência. No entanto, ele explicou a utilidade do blockchain nestas situações:

O uso da tecnologia blockchain e SmartKey parece ser a solução perfeita, dando segurança aos proprietários de edifícios e habitantes, mas também liberdade para nossos serviços de emergência.

Cidades inteligentes

Ao implementar este sistema, Olsztyn pode reivindicar ser a primeira “ cidade inteligente ”. Essas cidades tentam usar tecnologias emergentes para promover a eficiência, a relação custo-benefício e, alguns afirmam, a sustentabilidade.

Krzysztof Jurołajć, um paramédico em Olsztyn, que tem usado o sistema

Mas nem todos os serviços de emergência e portas estão trancadas. Usando essa tecnologia, as cidades podem, teoricamente, melhorar a eficiência energética, o tráfego, a qualidade do ar e muito mais. Com carros e ruas conectados por wi-fi de baixo volume, os semáforos poderiam atender melhor ao tráfego real. Além disso, os coletores de lixo podem se concentrar nos principais pontos de resíduos, em vez de seguir o mesmo caminho todas as semanas.

Por seu lado, a Polônia tem estado um tanto aberta ao blockchain. Em 2019, um grande banco polonês disse que usaria contratos inteligentes da Ethereum para verificação de documentos.

A “Internet das coisas” na vida real

Tudo isso faz parte da “Internet das Coisas” (IOT). Essas tecnologias pretendem melhorar a vida como a conhecemos no futuro, tornando todos os tipos de dispositivos cientes uns dos outros.

No entanto, ter tudo conectado o tempo todo tem um preço. A privacidade pode ser comprometida. Certamente, a enorme quantidade de dados que o Google ou a Apple tem sobre os cidadãos comuns já é impressionante.

Da mesma forma, o BeInCrypto relatou anteriormente que, em uso real, a IOT torna os dispositivos comuns vulneráveis ​​a ataques .

A tecnologia Blockchain pode oferecer uma solução. Enquanto mantêm a privacidade, os livros-razão distribuídos permitem a manutenção de registros seguros enquanto ocultam a identidade.

Alguns projetos de blockchain, como IOTA , atendem a essas necessidades crescentes. Mas Olsztyn é apenas uma cidade e acaba de ser implementada. Só o tempo dirá como as coisas funcionarão na prática.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Harry Leeds é um escritor, editor e jornalista que passou muito tempo na ex-URSS cobrindo comida, criptomoedas e saúde. Ele também traduz poesia e edita a revista literária mumbermag.me.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá