Primeira exchange de criptomoedas do mundo listada na Nasdaq solicita registro no Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Diginex, dona da exchange EQUOS, pediu registro de marca no Brasil

  • Empresa é a primeira do mundo listada na bolsa, com capital aberto na Nasdaq

  • Corretora é especializada em derivativos e mira custódia de criptomoedas

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A primeira exchange de criptomoedas do mundo a ser listada em uma bolsa de valores solicitou registro de marca no Brasil.



Trata-se da Diginex, dona corretora EQUOS, que ganhou o noticiário internacional em outubro após abrir capital na Nasdaq. Sediada na Cingapura, ela é a primeira empresa do ramo a entrar na bolsa.

A exchange solicitou registro de marca junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A solicitação, no entanto, foi negada pela autarquia.



A edição desta terça-feira (3) da Revista da Propriedade Intelectual, editada pelo INPI, aponta que o pedido “reproduz ou imita” a marca uma empresa especializada em equipamentos de medição que existe no Brasil desde 1995.

O procedimento de registro de marca, vale lembrar, não mostra, necessariamente, que a empresa irá atuar no país. No entanto, a iniciativa indica um possível passo nessa direção. O BeInCrypto entrou em contato com a Diginex para esclarecer a situação. Esta matéria poderá ser atualizada.

O que é a Diginex e a exchange EQUOS

A Diginex é dona da exhange EQUOS, especializada em derivativos de ativos digitais, o que inclui também derivativos de criptomoedas. Lançada em julho de 2020, a corretora busca preencher a lacuna do setor de ativos digitais em gerenciamento de derivativos e eficiência de capital com inspiração nos mercados tradicionais.

O grupo tem como fundador e CEO o britânico Richard Byworth, que fez carreira no setor financeiro da Inglaterra. Em entrevista à Forbes, Byworth explicou que o mercado de derivativos digitais tem potencial crescimento de pelo menos 20 vezes.

Atualmente, os volumes de derivativos de ativos digitais são cerca de três a quatro vezes o mercado à vista de criptomoedas se incluirmos perpétuos, enquanto os ativos tradicionais, como o câmbio ou os volumes de derivativos de taxas de juros, superam em centenas de vezes o mercado à vista.

Além de trade de derivativos, a empresa mira no mercado de custódia de criptomoedas. Dada a tentativa de registro de marca, portanto, a EQUOS pode oferecer o serviço no Brasil antes da PayPal. A maior empresa de pagamentos digitais do mundo, vale lembrar, deixou a adoção ao Bitcoin de fora do mercado brasileiro.

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá