Protocolo DeFi lança solução descentralizada para pagar salários

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Yearn Finance dá detalhes de sua plataforma de distribuição de pagamentos para descentralizar ainda mais a governança do projeto.

  • A plataforma é um sistema fechado que deve ser lançada em breve.

  • Token YFI subiu 3,7% no dia, embora ainda esteja abaixo de seu máximo histórico.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O  mais recente lançamento do agregador de finanças descentralizadas (DeFi) Yearn Finance é uma plataforma de distribuição de subsídios, chamada de Coordinape.



Nesta quarta-feira (31), Andre Cronje, fundador da Yearn Finance, publicou um tuíte apresentando o novo sistema de gerenciamento descentralizado de pagamentos de organizações autônomas descentralizadas (DAO) para a comunidade. 

A nova plataforma distribuirá o orçamento de pagamentos da organização autônoma descentralizada da Yearn, de US$ 40.000 por mês, de forma mais descentralizada. 



A Coordinape permite que equipes aloquem valores e recompensem colaboradores forma autônoma. A solução é conveniente para DAOs, pois não é preciso realizar um gerenciamento hierárquico ou ter um departamento de recursos humanos. 

Como a plataforma irá funcionar?

Cronje explicou que estas organizações autônomas descentralizadas não possuem os recursos que grandes corporações têm, que incluem gerenciamento vertical e departamento de RH. Dessa forma, incentivar e recompensar os colaboradores pode se tornar uma tarefa difícil. 

Para as DAO da Yearn, os salários da governança foram propostos pelos membros da comunidade. Além de não possuir um bom escalonamento, isso exigiria uma uma gestão ativa, acrescentou o fundador. 

“Para resolver os problemas de dimensionamento e sobrecarga, a equipe construiu o Coordinape. Esses são meus produtos favoritos, pois são originados a partir de uma necessidade pessoal, mas podem ser generalizados para ajudar qualquer outra organização DAO que esteja enfrentando um problema semelhante. ”

Os usuários e colaboradores podem se registrar e selecionar os membros da equipe que trabalham mensalmente. Com base nas contribuições do projeto, os usuários poderão acumular pontos. Isso irá gerar um “gráfico de contribuição” que é ponderado em relação aos membros que possuem mais interações e alocações, explicou Cronje. 

Ao final do período de um mês, os contribuintes podem reivindicar seus pagamentos. Os valores são baseados conforme a produção, que deve ser confirmada por outros membros da equipe. Isso basicamente criaria uma folha de pagamentos descentralizada, aplicável a qualquer DAO. 

A plataforma é atualmente um sistema fechado apenas para a Yearn Finance. Entretanto, há planos para lançar uma versão em código aberto. 

Impacto no preço do token YFI 

O anúncio da Coordinape não teve grande impacto nos preços dos tokens ou no valor total bloqueado (TVL) da plataforma. Isso pode ser explicado pelo fato de ser apenas um passo em direção à descentralização da governança do projeto. 

Dito isso, o token da Yearn, o YFI, apresenta 3,7% de alta nesta quinta-feira (1). A criptomoeda é negociada por aproximadamente US$ 40.000 no fechamento da matéria, de acordo com o CoinGecko. 

Nos últimos sete dias, a YFI teve uma valorização de 15%. A criptomoeda está se recuperando de uma correção do mercado cripto, que atingiu fortemente diversos tokens relacionados a DeFi. O token da Yearn chegou a desvalorizar 24% desde sua máxima histórica de US$ 47.000, no dia 15 de fevereiro. 

Em termos de valor retido, a Yearn tem cerca de US$ 272 milhões, de acordo com a DeFi Pulse. O protocolo teve um aumento de liquidez em seus cofres desde o lançamento do Vault v2. No entanto, em termos de valor em garantia, ainda está muito atrás de outros projetos DeFi. 

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Martin escreve sobre segurança cibernética e tecnologia de informação há duas décadas. Ele tem experiência anterior de trade e cobre ativamente a indústria de blockchain e cripto desde 2017.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá