Pseudo Satoshi Nakamoto admite possuir Bitcoins roubados em 2011

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Advogados de Craig Wright escrevem documento que implica o seu cliente

  • Na petição, Craig afirma ser dono de 80.000 BTC roubados no início do ano

  • Porém, endereço indicado por Craig foi utilizado no hackeamento da Mt. Gox em 2011

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Pseudo Satoshi Nakamoto admite possuir Bitcoins roubados em 2011. Descoberta ocorreu através da divulgação de um documento feito pelos advogados de Craig Wright, que afirma ser o criador do Bitcoin. Porém, sem querer, ele pode ter se exposto a processos, ao possuir BTC’s roubados.



Satoshi Nakamoto é o criador do Bitcoin, conforme o documento original publicado sobre a criptomoeda em 2008.

Porém, esse é um pseudônimo, ou seja: ninguém sabe ao certo quem é – ou quem são – as pessoas por trás do Bitcoin.



Ninguém, exceto Craig Wright. Isso porque ele se intitula como o verdadeiro Satoshi Nakamoto, embora ninguém acredite nisso.

Agora, ele pode ter entrado em uma fria: num documento produzido por seus advogados, Craig Wright admite ser o dono de 80.000 BTC roubados no escândalo do Mt. Gox em 2011.

Supostamente, ele estava em posse desses BTC até o início de 2020, quando foi hackeado.

Assim, entenda o que aconteceu na sequência.

Documento indica que Craig é dono de BTC roubados

Craig Wright alega ser Satoshi Nakamoto desde 2016.

Supostamente, ele “abriu o jogo” para se proteger; contudo, essa alegação jamais foi comprovada.

Agora, o Crypto Twitter está fervendo com a descoberta de alguns documentos peticionados pelos advogados de Craig Wright em uma ação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para acessar os documentos completos, clique neste link.

No documento, se alega que Craig estava em posse de aproximadamente 80.000 BTC num determinado endereço. Esse montante corresponde a R$ 3.822.147.448.

Porém, ele afirma que os BTC foram roubados em 5 de fevereiro de 2020. Nesse dia, os advogados alegam que o notebook de Craig foi hackeado, o que deu acesso aos BTC.

Só há um problema: o endereço que continha esses 80.000 BTC, conhecido como 1Feex Address, contém os 80.000 BTC roubados da Exchange Mt. Gox em 2011.

Dessa maneira, de forma indireta, Craig admite possuir Bitcoins roubados, desde 2011 até o início de 2020.

Assim, diversos usuários estão ironizando o documento escrito em favor de Wright no Twitter:

Essa não é a primeira polêmica de Craig Wright

Essa polêmica é apenas mais uma na carreira de Craig como investidor de Bitcoin.

Isso porque ele é conhecido por processar as personalidades que colocam a sua reputação em dúvida.

Ele já afirmou, por exemplo, que era dono de cerca de 1,1 milhão de BTC. Isso equivaleria a uma fortuna de R$ 52.299.526.796,00 (52 bilhões de Reais).

Porém, ele foi desmentido, já que os endereços que ele publicou como seus eram, na verdade, de outra pessoa, que comprovou ser a dona dos BTC e acusou Wright de ser uma “fraude”.

Dessa vez, pode ser que os problemas de Craig Wright sejam mais sérios, já que envolvem milhões de Dólares em BTC roubados.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá