Quanto o dinheiro rende em fundos de criptomoedas? Veja resultados do 1º semestre

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O primeiro semestre de 2021 foi marcado pela popularização de fundos de investimentos ligados a criptomoedas no Brasil

  • Esses fundos oferecerem bons benefícios para os seus investidores, como maior segurança, conforto e facilidade.

  • Grande parte dos fundos analisados ofereceram bons rendimentos no primeiro semestre do ano.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Diversos fundos ofertados por gestoras brasileiras surfaram na alta das criptomoedas em 2021 graças à exposição a criptoativos que varia de 20% a 100%.

Patrocinados



Patrocinados

Fundos do tipo oferecem ao investidor a possibilidade de lucrar com criptomoedas sem o trabalho de criar conta em exchanges especializadas ou a preocupação de fazer a custódia própria. Além disso, o comprador não precisa decidir por sozinho a composição da carteira, delegando a decisão para um índice ou a um gestor.

Esses produtos estão disponíveis nos principais home brokers do Brasil e oferecem uma maneira segura de investir em criptomoedas, ideal para quem quer faturar com o Bitcoin e algumas altcoins, mas prefere ter a garantia oferecida por uma gestora regulada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Patrocinados



Patrocinados

A seguir, o BeInCrypto lista os principais fundos de investimentos da BLP Asset, Hashdex, QR Asset e Vitreo com exposição a criptomoedas no país, ordenados de acordos com os seus respectivos retornos durante o primeiro semestre de 2021.

12. Fundo Ouro Bitcoin Risk Parity

Lançado no final de 2020 pela Hashdex, ele proporciona aos seus investidores exposição a dois ativos de reserva de valor: o ouro e o Bitcoin. Historicamente, a parcela alocada na criptomoeda varia de 15% a 35%, enquanto o restante é direcionado ao metal precioso.

Ele ficou no último lugar em termos de rendimento no primeiro semestre. Nos seis primeiros meses do ano, ele gerou uma desvalorização de 5,86%.

11. Cripto Metals Blend

Ofertado pela Vitreo, o fundo é destinado para os usuários que desejam manter o poder de compra do seu capital ao longo do tempo. Para isso, o Cripto Metals Blend investe em ativos de reserva de valor, como o ouro, a prata e o Bitcoin.

Apesar de ter um histórico positivo de rentabilidade desde a sua criação em fevereiro de 2020, o fundo acumulou uma desvalorização de 3,17% no primeiro semestre deste ano.

10. Fundo Hashdex 20 NCI

O Hashdex 20 NCI possui como atratividade ser uma boa alternativa para investidores conservadores que desejam ingressar no mercado cripto. Nele, apenas 20% do valor sob custódia é alocado em criptomoedas, enquanto o restante é destinado para investimentos de renda fixa.

Dessa forma, ele foi capaz de oferecer retorno de 10,54% no primeiro semestre do ano.

9. Fundo Bitcoin 100%

Desenvolvido para investidores qualificados, o fundo investe quase que a sua totalidade no Hashdex Bitcoin I FIM, que por sua vez investe em ativos financeiros do exterior, em especial o Bitcoin. No primeiro semestre do ano, ele foi capaz de gerar ganhos de 11,17% no primeiro semestre de 2021.

8. BLP CriptoAtivos FIM

Lançado no final de 2017 pela BLP Asset, o fundo tem como diferencial ser totalmente voltado para o varejo. Seguindo a norma da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), ele aloca até 20% do valor total sob custódia em criptomoedas. Com isso, o fundo conseguiu até o momento um rendimento de 13,55% no ano.

7. QR BTC Max FIM IE

Lançado em setembro de 2020, o fundo inovou ao ser o primeiro 100% exposto ao Bitcoin na América Latina. Ideal para investidores qualificados – pessoas que possuem mais de R$ 1 milhão em aplicações financeiras ou certificações técnicas aceitas pela CVM, ele foi capaz de proporcionar ganhos de 16,83% na primeira metade do ano.

6. Fundo Hashdex 40 NCI

Funcionando de forma parecida ao Hashdex 20 NCI, este fundo tem como diferencial alocar 40% do valor gerido em criptomoedas. No entanto, ele é destinado apenas para investidores qualificados.

Nos seis primeiros meses de 2021, ele foi registrou retornos de 18,55% para os seus investidores.

5. VTR QR CRIPTO FIM IE

Criado em março de 2020 através da parceria da QR Asset com a Vitreo, o fundo é na realidade um master fund do Cripto Metals Blend e do Vitreo CriptoMoedas FICFIM IE. Disponível para qualquer investidor com um capital mínimo de R$ 1.000, ele ofereceu uma rentabilidade de 21,51% nos seis primeiros meses de 2021.

4. Vitreo CriptoMoedas FICFIM IE

Baseado no relatório Exponential Coins da Empiricus, o Vitreo CriptoMoedas possui a validação da gestora e da QR Capital. Destinado apenas para investidores qualificados, ele oferece uma exposição completa em criptomoedas.

No primeiro semestre de 2021, ele entregou 23,28% de rendimento para os seus investidores.

3. Fundo Hashdex 100 NCI

Criado para investidores profissionais, 100% do capital é alocado em criptomoedas, através da cesta de ativos do Nasdaq Crypto Index (NCI) – índice criado em parceria da Hashdex com a bolsa de valores dos EUA.

Até o momento, ele entregou valorização de 31,02% no primeiro semestre aos seus investidores.

2. QR Blockchain Assets FIM IE

Desenvolvido pela QR Capital no início de 2020, o fundo oferece uma alocação de 100% em criptomoedas, oferecendo uma total exposição aos investidores em ativos deste mercado. No primeiro semestre de 2021, ele gerou para os seus clientes um retorno de 50,38%.

1. BLP Crypto Assets FIM

Lançado em dezembro de 2017, o BLP Crypto Assets FIM foi o primeiro fundo de ativos digitais do Brasil. Ele acompanha a rentabilidade de uma carteira diversificada de criptomoedas do fundo Genesis Block Fund Ltd, que opera nas Ilhas Cayman – contendo ativos como Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Litecoin (LTC), XRP (XRP), além de outros tokens diversos.

Atualmente, a sua rentabilidade em 2021 está em 67,91%.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, ele participou de projetos relacionados a trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados a criptomoedas. Formando em Administração, está cursando pós graduação em Investimentos e Blockchain pela EA Banking School.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora