Quase a metade de quem tem Bitcoin é baleia com até 100.000 BTC; veja gráfico

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Levantamento mostra que 43,79% de quem tem Bitcoin pode ser considerada uma baleia

  • Grupo tem mais de 5 milhões de BTC

  • Apenas 1% tem quantidades pequenas entre 0,001 e 0,1 BTC

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

As baleias de Bitcoin respondem, atualmente, por quase a metade de todos os que possuem algum saldo da criptomoeda. O levantamento é da empresa de análise de dados Glassnode.

Patrocinados



Patrocinados

A firma classifica como baleia todo detentor de Bitcoin que possui pelo menos 1.000 BTC. Recentemente, o CTO Rafael Schultze-Kraft disse que esses investidores têm, juntos, mais de 5 milhões de BTC.

Agora, os analistas divulgam um gráfico que mostra como essa quantidade enorme de moedas está distribuído entre todos os compradores.

Patrocinados



Patrocinados

A avaliação é que, hoje, as chamadas baleias sejam equivalentes a 43,79% de todas as entidades. “Entidade” é o termo cunhado pela Glassnode para determinar os endereços ou grupos de endereços que contabilizam o mesmo saldo.

A classificação não leva em conta, por exemplo, uma mudança de saldo entre endereços que não correspondem a uma transferência entre diferentes pessoas.

Por outro lado, também não elimina o fato de diversos endereços aparentemente independentes sejam detidos por uma só pessoa ou empresa.

No cálculo de baleias, portanto, também estão incluídas exchanges e fundos como a Grayscale.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Distribuição de Bitcoin

O gráfico da Glassnode ilustra como o Bitcoin está distribuído entre diferentes categorias de entidades. Hoje, por exemplo, apenas 1,04% têm saldo entre 0,001 e 0,1 BTC. A concentração maior está em entidades que detém entre 10 e 100 BTC, que respondem por 23,77% do total.

Além disso, as baleias se organizam entre quem tem de 1.000 a 10.000 BTC (22,09%), de 10.000 a 100.000 BTC e os maiores de todos com mais de 100.000 BTC (12,7%).

Por fim, veja como a entidades da criptomoeda se organizam em diferentes categorias de saldos:

  • 0,001 – 0,01 BTC: 0.15%
  • 0,01 – 0,1 BTC: 0.89%
  • 0,1 – 1 BTC: 3.76%
  • 1 – 10 BTC: 9.02%
  • 10 – 100 BTC: 23.77%
  • 100 – 1.000 BTC: 18.61%
  • 1.000 – 10.000 BTC: 22.09%
  • 10.000 – 100.000 BTC: 9%
  • Acima de 100.000 BTC: 12.7%
Entre para o canal de Sinais do BeInCrypto

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Sou editor-chefe do BeInCrypto Brazil desde abril de 2021.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora