Rede de Universidades Colombiana Fará Tour Para Promover Desenvolvimento de Blockchain

Compartilhar Artigo

A rede de universidades para a promoção de pesquisas em tecnologias da informação e comunicação (UxTIC) e a Rede Universitária Metropolitana de Bogotá (RUMBO) estão colaborando para promover o desenvolvimento de projetos baseados em tecnologias blockchain como parte de um plano para aprimorar sua adoção em instituições de ensino superior.



Como fase inicial deste plano, os organizadores abriram alguns de projetos, no qual esperam registrar as propostas de alunos e professores para execução posterior:

“Queremos saber o que está sendo feito com blockchains nas universidades de Bogotá e, em seguida, levar esses professores ou pesquisadores para outras universidades para compartilhar o que estão fazendo”, disse Philippe Boland, gerente do UxTIC e co-fundador da Câmara de Comércio Blockchain Token Partner, para o portal latino Criptonoticias.



 

Universidades colombianas promovem o desenvolvimento de tecnologias blockchain

Da mesma forma, eles esperam realizar um trabalho de conscientização e disseminação, ensinando ao público em geral os benefícios e o potencial das tecnologias blockchain e os problemas que podem ser resolvidos com esse tipo de tecnologia.

Durante este censo, os promotores farão um tour por mais de uma dúzia de universidades, onde falarão sobre diferentes protocolos de blockchain e contabilidade distribuída, entre os quais Cardano, Nem e NEO se destacarão.

A ideia é apresentar diferentes protocolos. Vamos falar sobre DLT (tecnologias de livros distribuídos). O problema não tem a ver com o blockchain ser público, privado, centralizado ou descentralizado, queremos que as pessoas entendam como é o ecossistema. O principal interesse da universidade é promover a pesquisa para que Bogotá se torne uma cidade de treinamento e recursos intelectuais sobre a questão das blockchains.

A Colômbia é um exemplo de inovação tecnológica

A Colômbia é o país mais importante da América Latina em termos de desenvolvimento de soluções fintech. As principais soluções desse setor de negócios incluem áreas como seguros, pagamentos e remessas, comércio, poupança, gestão de negócios e finanças pessoais, crowdfunding e empréstimos – de acordo com um relatório compartilhado pelo portal Colombia Fintech.

 

Embora nem todas as fintech operem com tecnologias blockchain, esses tipos de soluções estão ganhando popularidade com o passar do tempo, especialmente no campo de comércio, finanças e remessas, onde o uso de criptomoedas atraiu o interesse de entusiastas e investidores. .

O exemplo mais recente da aplicação dessa tecnologia vem do Criptopi, um serviço desenvolvido pela equipe BitGo que permite que os usuários recebam empréstimos imediatamente, colocando suas criptomoedas como garantia de pagamento.

Você acha que essa moda pode pegar no Brasil? Deixe nos comentários abaixo a sua opinião!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá