Uma nova rede social brasileira quer atrair usuários oferecendo recompensa em criptomoedas. Tarefas como comentar, curtir e compartilhar rendem pagamentos em um token Ethereum no padrão ERC-20 chamado ZCore Token (ZCRT).

Essa é a proposta da ZCore Social, uma nova rede social criada por brasileiros. Ela tem versão web e aplicativos para Android e iPhone. A novidade faz parte do projeto ZCore, que já tinha uma criptomoeda desde 2018 e lançou a novo ZCore Token, já listado no CoinMarketCap.

A rede social é parecida com o Facebook, incluindo loja integrada. É possível, por exemplo, adicionar amigos, postar texto e fotos, links do YouTube, e anunciar produtos. Além disso, o usuário pode criar páginas temáticas. Páginas de Bitcoin, Ethereum, entre outras criptos, já marcam presença.

Segundo Erick Costa, fundador do projeto, a rede social acumula, atualmente, 2.300 usuários. A novidade, vale lembrar, funciona há menos de um mês.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Como ganhar na rede social

O usuário começa a ganhar já no cadastro, especialmente ao entrar por meio de convite. Adicionar amigos e tópicos em fóruns também rendem recompensa. Além disso, é possível dar like em forma de pontos.

As recompensas vão de 1 a 200 pontos, dependendo da tarefa. Cada mil pontos equivalem a um token ZCRT. Atualmente, o ativo está avaliado em cerca de US$ 0,45, ou R$ 2,50 no câmbio de hoje.

Costa explica ao BeInCrypto Brasil que, ao contrário de plataformas similares, a ideia é facilitar a conversão em criptomoeda. A COS.TV, por exemplo, é conhecida por essa dificuldade.

Alguns serviços dificultam muito a troca de tokens pelo usuário, colocando obstáculos para converter as recompensas em tokens. Na ZCore Social, trabalhamos para facilitar essa tarefa: com um clique, o usuário transforma pontos em tokens e os recebe em sua carteira Ethereum.

Ao criar uma conta, o usuário recebe um endereço ERC-20 automaticamente e pode exportar a chave para obter o ZCRT em qualquer carteira compatível.

Token é aceito em jogos e pagamentos

Os desenvolvedores explicam que já há vários usos práticos para o ZCore Token. Uma delas é em jogos de aposta na plataforma Play Royal, que aceita o ZCRT a partir desta sexta-feira (22). Além disso, o ativo pode ser usado para pagar hospedagem de masternodes no sistema ZCore Masternodes System.

A equipe também prepara o ZCore Pay, espécie de PicPay para criptomoedas que faz transferências, recargas de celular e outros pagamentos com ZCRT. Segundo Costa, o ZCore Token também deverá estrear, em breve, em uma grande plataforma que permite, por exemplo, pagar contas e boletos.