Ripple pode ser obrigada a divulgar e-mails trocados com a SEC sobre XRP em novo processo

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Uma ação coletiva quer obrigar a Ripple a divulgar todos os e-mails trocados com a SEC sobre a XRP.

  • O pedido protocolado representa mais de 100 investidores que estão processando a Ripple desde 2018.

  • A audiência para decidir se a empresa entrega ou não o material, acontece no dia 25 de março.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Uma nova solicitação enviada ao tribunal norte-americano quer forçar a Ripple a divulgar todos os e-mails trocados com a SEC sobre a sua criptomoeda XRP.



O pedido protocolado no início desta semana faz parte de uma ação coletiva contra a Ripple que está em trâmite desde novembro de 2018.

O processo é liderado por três advogados que juntaram forças para representar mais de cem investidores de XRP do estado da Califórnia.



A reclamação desta ação coletiva é muito semelhante ao atual processo que a Ripple sofre da SEC, a CVM dos Estados Unidos, e afirma que XRP se enquadra como valor mobiliário.

Dessa forma, os advogados acusam a Ripple e o seu CEO, Bradley Garlinghouse, de faturar milhões de dólares vendendo tokens XRP em clara violação às leis federais.

Segundo a acusação, a empresa lesou os investidores que não tinham conhecimento da atividade ilícita. Por essas razões, eles exigem que a Ripple pague um ressarcimento de US$ 167 milhões.

A força-tarefa tenta angariar evidências há três anos para provar que XRP é um valor mobiliário. Desde que a Ripple passou a ser investigada também pela SEC, os advogados pedem agora que as apurações sejam compartilhadas.

Ação coletiva quer acessar todos os e-emails trocados entre Ripple e SEC

Nesta segunda-feira (8), os advogados entraram com um pedido para que a Ripple entregue todas correspondências trocadas com a SEC sobre a criptomoeda XRP.

O pedido inclui e-mails, mensagens de textos e qualquer outra forma de comunicação entre a empresa e o órgão regulador, a partir de 2015.

Para justificar a solicitação, os advogados argumentam que as informações em posse da SEC são cruciais para a ação coletiva. Isso porque ambos os processos são semelhantes e abordam o mesmo problema. 

Ripple se recusa a apresentar provas

A Ripple, no entanto, se recusa categoricamente a entregar os documentos. Em outubro do ano passado, os mesmos advogados já haviam entrado com esse pedido no tribunal.

Inicialmente, a empresa acatou a solicitação. No entanto, se limitou a fornecer apenas cartas formais trocadas com a SEC, se negando a compartilhar e-mails que se referiam a discussões de acordo com o órgão regulador. 

Conforme noticiou o BeInCrypto, o CEO da Ripple confirmou que tinha tentado fechar acordos com a Ripple antes de sofrer o processo.

A audiência para discutir a solicitação da ação coletiva vai acontecer no dia 25 de março de 2021.

Além disso, agora em fevereiro acontece a primeira audiência do processo da SEC contra a Ripple, marcada para o dia 22 de fevereiro.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá