Ronaldinho Gaúcho Deixa Prisão no Paraguai e Site de Pirâmide Financeira Continua Funcionando

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Ronaldinho paga fiança e deixa a cadeia no Paraguai

  • O ex-jogador e o irmão deverão permanecer no país

  • O site da 18k Ronaldinho, pirâmide financeira do ex-jogador ainda está ativo

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão Assis Moreira pagaram fiança e deixaram a prisão no Paraguai, após mais de um mês na cadeia, porém os dois não podem deixar o país.



Ontem, dia 07 de abril, um juiz do Paraguai concedeu a prisão domiciliar ao ex-jogador e ao seu irmão. Eles estavam detidos depois de terem entrado no país com documentos paraguaios adulterados. Eles pagaram fiança de US$ 1,6 milhão de dólares, cerca de R$ 8,4 milhões, mas não poderão sair do país, os dois ficarão hospedados em um hotel no centro de Assunção.

Prisão e Documentos Falsos

O ex-jogador e o irmão estão presos desde o dia 6 de março, eles entraram no Paraguai com documentos paraguaios adulterados. Outras três pessoas foram presas, sendo uma delas o empresário brasileiro Wilmondes Sousa, que foi acusado de fornecer os passaportes para os irmãos.



Já existia um processo para a naturalização do Ronaldinho Gaúcho e seu irmão no Paraguai. Esse esquema envolveu um funcionário público paraguaio, que apresentou uma série de documentos à Direção de Migração do Paraguai para naturalizar os dois irmãos.

O caso foi considerado um escândalo no país, principalmente por envolver órgãos oficiais paraguaios. Em 5 de março, um dia antes da justiça pedir a prisão de Ronaldinho e seu irmão, o diretor geral da Direção de Migrações pediu demissão do cargo e criticou o Ministério do Interior pela demora na resolução do caso envolvendo Ronaldinho Gaúcho.

A prisão domiciliar pode ser mais uma das ações que o governo paraguaio vem tomando para frear a pandemia de coronavírus no país. No final de março, a Agrupación Especializada, prisão onde Ronaldinho e Assis estavam detidos proibiu visitas aos seus detentos.

Essa medida, que segue as recomendações do Ministério da Saúde Pública e Bem Estar Social, também obrigou que todos os funcionários da carceragem usassem máscaras de proteção e luvas, além de álcool em gel para higienização das mãos.

A defesa dos irmãos declarou que tentarão agora a liberação definitiva de Ronaldinho e Assis. A decisão de reversão da prisão dos dois foi do juiz Gustavo Amarilla, em uma audiência realizada em Assunção. Os dois brasileiros já tinham tido três recursos negados no processo.

Polêmica no Paraguai e Polêmica no Brasil

A empresa 18k Ronaldinho continua sendo alvo de investigação no Brasil. Segundo o Ministério Público Federal e a Comissão de Valores Mobiliários a empresa é suspeita de praticar pirâmide financeira envolvendo moedas virtuais. Além disso o ex-jogador se envolveu em dois projetos de ICO de criptomoedas, a Ronaldinho Soccer Coin e a Champion Coin, porém, ambos os projetos não emplacaram e foram descontinuados.

Vários clientes do Brasil, Portugal, Itália e Estados Unidos já entraram com uma ação coletiva contra a empresa de Ronaldinho, eles alegam que os altos rendimentos e a credibilidade passada pelo ex-jogador os fizeram investir milhões no negócio.

Apesar do advogado de Ronaldinho ter dito que o ex-jogador havia rescindido o contrato com a 18k Ronaldinho, o site da empresa permanece no ar, com algumas operações indisponíveis, mas com as imagens do ex-atleta em suas propagandas.

Para manter-se informado, tendo a sua disposição conteúdo constante e de qualidade, não deixe de acompanhar nosso site. Aproveite e faça parte da nossa página de criptomoedas no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Mercadóloga, mestra em estratégia e estudiosa do mercado financeiro. Entusiasta do Bitcoin, começou a escrever sobre criptomoedas em 2017 e nunca mais parou. Atualmente é colaboradora do portal BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá