Santander anuncia interrupção de transferências para Binance no Reino Unido

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Mais um banco no Reino Unido proíbe transferências para a Binance.

  • Santander acompanha Barclays após alerta de reguladores.

  • Banco diz que "por enquanto", não bloqueará saques da Binance para contas de clientes.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O banco Santander interrompe, a partir desta quinta-feira (8), todas as transferências de clientes para a Binance no Reino Unido após um alerta emitido pelos reguladores britânicos

Patrocinados



Patrocinados

A interrupção engloba qualquer transferência de clientes para suas contas na Binance, incluindo todas as entidades ligadas ao Binance Group – desse modo, não apenas à Binance Markets, alvo direto do alerta da Financial Conduct Authority (FCA).

Em resposta a um cliente, o Santander disse que a interpretação da instituição é que o alerta afeta também a Binance.com, já que a FCA teria advertido o Binance Group como um todo.

Patrocinados



Patrocinados

“Nos últimos meses, vimos um grande aumento no número de clientes do Reino Unido que se tornaram vítimas de fraude de criptomoedas. Manter nossos clientes seguros é uma prioridade, então a partir de hoje, decidimos evitar pagamentos à Binance seguindo o alerta da FCA aos consumidores.”

O banco ressalta que a medida visa “proteger” os clientes e manter o dinheiro dos correntistas “seguro”.

“Estamos dando esse passo porque queremos fazer tudo o que pudermos para proteger nossos clientes e ajudar a manter seu dinheiro seguro.”

Bloqueio da Binance em “em todo lugar possível”

O Santander informou a medida aos clientes por e-mail. A mensagem, compartilhada pelo perfil Bitcoin Archive, diz que a interrupção visa impedir transferências para a Binance “em qualquer lugar possível”.

E-mail do Santander a clientes avisando sobre bloqueio de transferências à Binance. Fonte: Bitcoin Archive.

O texto diz que a decisão é decorrente do alerta da FCA e visa ajudar a “proteger clientes de fraudes”. Além disso, o Santander destaca que “por enquanto”, não irá restringir pagamentos da Binance para as contas de clientes. Ou seja, saques da exchange para o banco permanecem permitidos, mas fica aberta a possibilidade de serem impedidos no futuro.

O Santander alega ainda que viu “um grande aumento no número de clientes no Reino Unido se tornando vítimas de fraudes com criptomoedas”, e que a FCA alertou sobre os altos riscos associados e que o dinheiro mantido em carteiras de criptomoedas não estariam protegidos por autoridades caso “algo dê errado”.

Exchange investe em compliance

A medida vem um dia depois que a Binance anunciou novas medidas de compliance na sequência do alerta no Reino Unido e do bloqueio de transferências pelo banco Barclays.

A exchange disse que “acolheria humildemente os talentos mais capazes”, no que diz respeito à sua equipe de compliance. O CEO da Binance, Changpeng Zhao, disse acreditar que o mercado está amadurecendo, e que a “Binance cresceu muito rapidamente e nem sempre temos tudo exatamente certo”.

Na última quarta-feira (7), a Binance anunciou às pressas um novo Diretor de Compliance para a Europa. Jonathan Farnell chega da eToro com a missão de estabelecer uma ponte com reguladores.

“Colocando os usuários em primeiro lugar, a Binance possui uma cultura que promove a inovação e a criação de produtos revolucionários. Meus esforços vão se concentrar em ajudar a Binance a desenvolvê-los, e impulsionar uma maior conformidade com as regulações da Europa, junto com o desenvolvimento de produtos regulados”, disse em comunicado à imprensa.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Colaborei entre 2013 e 2021 com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atuei como repórter e depois como editor-chefe do BeInCrypto Brazil entre abril de 2020 e setembro de 2021.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

A ICO da Bit2Me ACABA DE COMEÇAR! Compre o token B2M agora.

Comprar agora!

Lançamento de BIT. Ganhe até 3.500 BIT. Não perca esse bonde

Entrar agora