Startups de criptomoedas e blockchain geram R$ 8,71 milhões em 2020; 62% a mais que ano passado

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • As empresas de criptomoedas e blockchain mostram desempenhos melhores que 2019

  • Um estudo da empresa Distrito revela que existem 181 empresas do setor hoje no Brasil

  • 80% das startups surgiram nos últimos 5 anos

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Relatório analisou mais de 13 mil startups brasileiras para estudar o desempenho daquelas focadas em criptomoedas e tecnologia blockchain.



Quem fez a pesquisa foi o Distrito, uma empresa que fomenta iniciativas de inovação e tecnologia no país. O estudo inédito ‘Distrito Blockchain e Criptomoedas Report’ foi divulgado pelo Valor Investe nesta terça-feira (24). 

Os dados apresentados oferecem um panorama atualizado do crescimento do mercado cripto no país e como essas empresas tem se desempenhado.



Primeiramente, o estudo revela que existem 181 startups de criptomoedas e blockchain atuando hoje no Brasil. 

De acordo com dados de 2020, o montante investido nessas empresas já é 62% maior do que o mesmo período do ano passado. Dessa forma, o setor movimentou neste ano — que ainda não acabou — o valor de R$ 8,71 milhões.

Apesar disso, o Brasil ainda fica muito atrás do restante do mundo. O valor global investido em empresas de criptomoedas e blockchain é de R$ 48 bilhões desde 2015.

As 10 maiores startups de criptomoedas e blockchain do Brasil são a NovaDax, Facilita Pay, Bit Capital, Intelipost, Mercado Bitcoin, FoxBit, Plataforma Verde, OriginalMy, Remessa Online e Rhizom.

Entre elas, as empresas NovaDax, Mercado Bitcoin e FoxBit, atuam diretamente com criptomoedas. Enquanto as outras, oferecem diferentes soluções com o uso da tecnologia blockchain. 

Para essa classificação, o estudo do Distrito leva em conta elementos como investimento captado e faturamento das startups. Além da visibilidade e o número de funcionários da empresa. 

Metade das startups prestam serviços financeiros

O relatório classifica as 181 startups em 5 categorias diferentes. O primeiro e maior segmento é ‘serviços financeiros’, e engloba soluções de pagamentos, transferências, câmbio, negociação de criptomoedas e oferta de crédito. Aqui é onde 49,7% das startups são enquadradas. 

Em seguida vem as categorias Blockchain-as-a-service (23,2%), Segurança Digital (12,7%), Gestão e Rastreio de Ativos (9,9%), e por fim, Marketing e Mídias Digitais (4,4%).

Mercado ainda é novo e concentrado em SP

O relatório aponta ainda que 80% de todas essas empresas são novas e surgiram nos últimos 5 anos.

Além disso, o levantamento do Distrito também comprava que ainda há pouca diversidade no setor aqui no Brasil. 

Na questão geográfica, quase 90% de todas as empresas estão concentradas nas regiões Sudeste (67,4%) e Sul (19,9%). Na questão de gênero, apenas 12,2% dessas empresas contam com mulheres como sócias.

Previsões para o futuro

O estudo também dá alguns indícios de tendências que podem movimentar o mercado de criptomoedas e blockchain aqui no Brasil. 

Tende a ganhar mais espaço iniciativas de “tokenização” de ativos, e a governança no setor público. Aliás, pode crescer no futuro a demanda por mais especialistas em blockchain para atuar no mercado.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá