As apostas de que o dólar continuará caindo se tornaram um trade popular nos últimos dias.

Devido aos problemas econômicos mundiais, as posições vendidas em relação ao dólar cresceram substancialmente nos últimos quatro meses, levando alguns a acreditar que essas posições poderiam sofrer um short squeeze.

Sentimento negativo  do COVID-19 não vai desaparecer tão cedo junto com o pacotes de estímulo que inundaram o mercado com dólares. Os analistas especulam que os investidores devem estar vendendo fortemente o dólar.

No entanto, as posições vendidas cresceram tanto que qualquer alta da moeda americana poderia forçar os vendidos a fechar posições. Essa pressão de compra pressionaria os preços para cima, causando fechamentos adicionais de posições vendidas e novas altas de preços. Esse tipo de evento costuma ser chamado de ‘short squeeze’.

Um passeio selvagem para o dólar contra uma cesta de moedas em 2020 – DXY | Fonte: TradingView

Moedas positivando internacionalmente

O dólar está tão sobrevendido que outras moedas estão testemunhando alguns aspectos positivos pela primeira vez, em muito tempo. O euro e o iene registraram ganhos em relação ao dólar – um evento que não acontecia há mais de dois anos.

Esse posicionamento líquido positivo também pode sinalizar uma oportunidade para o dólar recuperar parte do que perdeu. No entanto, o maior risco parece ser a volatilidade do mercado, o que pode afastar os vendedores a descoberto. De acordo com George Boubouras , chefe de pesquisa da K2 Asset,

Picos excessivos na volatilidade podem levar o dólar a se mover agressivamente no curto prazo. Isso pode ser doloroso, especialmente para alguns mercados emergentes que tendem a ser prejudicados por ataques de força do dólar.

Ganho de curto prazo, dor de longo prazo

Embora o potencial para um short squeeze seja forte no prazo imediato, a perspectiva de longo prazo permanece sombria. Uma enxurrada de liquidez, associada ao enfraquecimento da economia americana, simplesmente não pode ser superada pelas oscilações do mercado.

Ao longo da última década, a história mostrou que agosto é tradicionalmente uma época em que o mundo se move para o dólar, empurrando os preços para cima. No entanto, mesmo o impulso sazonal reflete uma mudança positiva muito pequena quando comparada com os outros fatores já em jogo.

A grande maioria dos indicadores sugere que a economia dos EUA não verá uma recuperação por algum tempo. Os investidores inundaram posições de hedge, buscando proteção contra crises econômicas.

O pico do ouro acima de $ 2.000, a recente alta do bitcoin acima de $ 10.000 e os rendimentos do Tesouro em queda, todos mostram fraqueza em mãos. O dólar pode muito bem ser o próximo dominó a cair.

Acesse o grupo de sinais gratuito do BIC e concorra