Tereza Cristina aponta blockchain e outras tecnologias como o futuro da agropecuária no Fórum Econômico Mundial

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • A ministra de Agricultura, Tereza Cristina, participou nesta quarta-feira (27) do Fórum Econômico Mundial.

  • Segundo a ministra, o plano é que o país priorize a inovação para tornar a agricultura mais “digital”.

  • Ela citou a tecnologia blockchain como uma das inovações usadas para garantir a segurança alimentar no Brasil.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Nesta quarta-feira (27), a ministra Tereza Cristina, participou do Fórum Econômico Mundial de Davos 2021 para falar sobre inovação tecnológica na agricultura brasileira.

Patrocinados



Patrocinados

A ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento integrou o painel virtual “Destravando a Inovação para Transformar Sistemas Alimentares” do fórum, que pela primeira vez, acontece de forma totalmente online.

Na sua fala, Tereza Cristina defendeu que a implementação de tecnologia no campo é a forma ideal de conciliar o crescimento com a preservação ambiental. Segundo a ministra, o plano é que o Brasil priorize a inovação como forma de tornar a agricultura mais “digital”.

Patrocinados



Patrocinados

“A próxima década será marcada pela convergência entre digital e biológico, principalmente na agropecuária.” 

Entre os principais feitos do Brasil neste quesito citados pela ministra está o incentivo a startups que desenvolvem soluções tecnológicas focadas no agronegócio. De acordo com ela, enquanto o governo investiu US$ 4 milhões em 2013 com essas iniciativas, o número saltou para US$ 200 milhões em 2019.

Além disso, Cristina compartilhou que uma prioridade do Ministério é expandir a internet no campo e permitir a inclusão digital de 4,5 milhões de pequenos produtores.

Blockchain no campo 

Na sua fala, a ministra citou a tecnologia das criptomoedas como uma das inovações usadas para garantir a segurança alimentar no Brasil.

 “Contabilizamos, hoje, mais de 2 mil agtechs no Brasil, trabalhando, por exemplo, com protocolos de certificação, rastreabilidade, Blockchain e tecnologias para entregar um produto cada vez mais sustentável e seguro aos consumidores”.

Além das empresas privadas, alguns órgãos governamentais já exploram a tecnologia blockchain ao seu favor, principalmente pelas suas características de imutabilidade e a rastreabilidade.

Entre elas está a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que desde o ano passado, usa a tecnologia para monitorar a cadeia de produção da cana-de-açúcar no país.

Aliás, o setor também já explorou à tecnologia blockchain fora do campo. O governo da Bahia, por exemplo, usou o aplicativo SOL (Serviço Online de Licitação), para driblar a pandemia do coronavírus. O aplicativo baseado em blockchain permitiu ao governo fazer 600 licitações para cooperativas de agricultura familiar no ano passado.

Discussões sobre criptomoedas no Fórum

O Fórum Econômico Mundial que acontece entre os dias 25 e 29 de janeiro, também conta com discussões relacionadas a tecnologia blockchain e ativos digitais.

Foi a primeira vez, no entanto, que a agenda de Davos incluiu uma discussão específica sobre criptomoedas. O painel intitulado “Reinicialização de moedas digitais”, ocorreu nesta segunda-feira (25) e discutiu a formulação de políticas para o setor de criptomoedas e melhores práticas para empresas e governos.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Previsões de cripto com o Melhor Canal de Sinais com +70% de acertos!

Entre Agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora