Tesla e Bitcoin têm uma similaridade curiosa, aponta economista

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Tesla subiu forte desde março até a grande queda de setembro

  • Segundo economista, movimento se parece com Bitcoin em 2017

  • Gráfico compara movimentos dos ativos – e eles são iguais

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A fabricante de carros elétricos Tesla atua em um mercado muito diverso das criptomoedas, mas um economista vê uma forte similaridade entre a empresa de Elon Musk e o Bitcoin.



O argumento considera o comportamento das ações da companhia americana na bolsa Nasdaq. Segundo o macroeconomista Julian Brigden, o movimento dos papeis da Tesla remonta algo que o BTC já viveu no passado.

Para o fundador da consultoria Macro Intelligence, os ativos passaram por uma mudança muito parecida entre investidores. “Não é sobre valor de mercado, é sobre a transição da ganância para o medo”, pontuou.



Brigden se refere à forte curva de valorização das ações da Tesla nos últimos meses. O ativo passou por um rali que começou em março, quando o preço era pouco mais de US$ 72. A subida foi constante nos meses seguintes e se destacou nas máximas históricas atingidas pela Nasdaq recentemente.

O crescimento foi até 1º de setembro, um dia após ter fechado em quase US$ 500. Desde então, as ações despencaram. No dia 4, os papeis já valiam menos de US$ 330, em desvalorização de cerca de 34%.

Como comprar Bitcoin e entrar no grupo de sinais gratuito do BeInCrypto

Tesla se parece com Bitcoin em 2017

Segundo o economista, a curva diária da Tesla é muito similar ao rompimento semanal do Bitcoin de 2016 a 2019. Ele justificou a comparação com métricas desalinhadas porque os ativos são diferentes e a relação direta seria injusta.

Para Brigden, o principal seria ter em mente que são dois casos de bolha, mas permeadas por uma história atrativa.

O que define uma bolha? Uma boa história é essencial. Na verdade, quanto melhor for a história, maior será a bolha. Então, [vem] muita liquidez e, finalmente, um gráfico clássico de bolha. Um exemplo é o Bitcoin em 2017. Na Tesla temos todos os três [elementos].

O analista diz que o crescimento da Tesla não tem comparação com qualquer outra subida repentina no mercado de ações. A bolha do Bitcoin, portanto, surgiu como a referência perfeita.

O ativo não é importante. Operar em uma bolha envolve psicologia comercial. Na fase parabólica, que vimos na Tesla, tudo gira em torno da ganância. No fracasso, onde podemos estar entrando, o que move é o medo.

Brigden fez o comentário na última quinta-feira (10), quando as ações da fabricante já haviam recuperado cerca de 12% para US$ 370. Nesta segunda-feira (14), a TSLA abriu em alta de quase 9% e já é negociada a US$ 405 às 15h12.

Por outro lado, o Bitcoin só voltou a subir 9 dias após a máxima de 17 de dezembro de 2017. Em 6 de janeiro de 2018, voltava a US$ 17.000. No entanto, foi a última vez que o BTC atingiu esse preço.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá