Todas as Universidades Federais emitirão diplomas com blockchain até final de 2021

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • O Ministério da Educação (MEC) acaba de lançar oficialmente o Diploma Digital.

  • Os certificados serão emitidos com blockchain para combater à falsificação e irregularidades.

  • Em 1º janeiro de 2022, todo diploma de graduação no Brasil será digital.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Ministério da Educação (MEC) acaba de lançar oficialmente o Diploma Digital. O objetivo do programa é que todas as universidades federais do Brasil passem a emitir diplomas usando a tecnologia blockchain até o final de 2021.



Em cerimônia desta quarta-feira (16) em Brasília, o MEC anunciou oficialmente o lançamento do programa Diploma Digital.

O Diploma Digital vai possibilitar que as Instituições de Ensino Superior (IES) digitalizem o fluxo processual para emissão e registro de diplomas.



Para isso, o MEC recorre a tecnologia das criptomoedas para emitir os certificados digitais. A confiabilidade dos dados registrados em blockchain, ajudará no combate à falsificação e às irregularidades de diplomas.

Com o protocolo de confiança do blockchain, o acesso às informações se torna um processo mais transparente e confiável. A autenticidade dos documentos se mantém imutável na rede descentralizada, e pode ser consultada a qualquer momento.

Na cerimônia oficial, André Castro, subsecretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do MEC, ressaltou a importância do uso da tecnologia na educação.

“Esse projeto gera um marco na educação e na tecnologia aplicada à educação. Utilizar tecnologias emergentes como Blockchain, computação em nuvem, automação de processos, em prol da transformação digital é um item prioritário da área de Tecnologia do MEC.”

Cerimônia de lançamento do Diploma Digital / Divulgação

Em 1º janeiro de 2022, todo diploma de graduação no Brasil será digital

O programa Diploma Digital está sendo estudado desde 2019. O MEC estabeleceu um limite de 2 anos para que todas as Instituições Superiores de Ensino fizessem as adaptações necessárias para implementar o sistema.

Desta forma, o prazo se encerra em dezembro de 2021. Logo, em 1º de janeiro de 2022, todos os diplomas de graduação emitidos no Brasil serão digitais.

A previsão é que a solução beneficie mais de 1.300.000 estudantes que atualmente estão matriculados na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Conforme declarou o Ministro de Educação, Milton Ribeiro: 

“Os benefícios práticos dessa nova configuração vão desde a redução de tempo e de custo na emissão e no registro do diploma, passando por permitir maior segurança durante o processo de emissão, garantir a autenticidade do documento, facilitar sua distribuição e, ainda, a promoção de ações para preservação do meio ambiente, a partir da eliminação de uso do papel.”

A priori, o diploma digital será oferecido aos estudantes que atualmente estão matriculados nas instituições. Posteriormente, o objetivo é que o programa se amplie para digitalizar os certificados daqueles que se formaram em anos anteriores. 

UFPB e UFRN já estão preparadas

Duas universidades federais do Brasil já estão prontas para emitir os diplomas com blockchain. São elas a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Além disso, ontem também foi lançado o Portal Validador Nacional, onde será possível consultar a autenticidade dos diplomas emitidos. Bem como consultar o histórico escolar de qualquer estudante que estudou em uma instituição federal no Brasil.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá