Token PSG cai mais de 20% após derrota de time de Neymar na Champions League

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Expectativas em relação ao token eram altas, devido a grande valorização durante o jogo de ida do torneio.

  • Mesmo com a classificação, token da equipe francesa caiu mais de 20%.

  • Paris Saint-Germain foi o primeiro clube de futebol a fechar parceria com a Chiliz.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Time francês liderado por Neymar consegue classificação para as semis finais da Champions League, mas token PSG cai mais de 20% durante a partida.



O PSG, token fã do time de futebol Paris Saint-Germain, feito em parceria com a Chiliz, foi um dos ativos mais observados no cenário cripto nesta terça-feira (13).

O motivo foi a partida de volta das quartas de finas da UEFA Champions League, realizada entre o time francês e o FC Bayern de Munique.



No primeiro confronto entre os dois times, realizado na ultima quarta-feira (7), o token PSG chegou a valorizar mais de 70%, graças à surpreendente vitória do time francês na Alemanha.

Com isso, os torcedores e detentores do ativo tinham grande expectativa de uma nova valorização, caso a equipe de Paris conseguisse confirmar a classificação para a próxima fase do torneio. Mas, não foi isso que aconteceu.

O time alemão abriu o placar no final do primeiro tempo. Na sequência, o token PSG chegou a desvalorizar mais de 7% em apenas cinco minutos.

O token continuou a ter oscilações durante a partida. No final, a derrota de um a zero foi suficiente para fazer com que o time de Neymar se classificasse para a próxima fase do torneio. No entanto, o token continuou a cair, mesmo depois do fim da partida.

O preço máximo que o PSG token teve durante o jogo foi de US$ 42,50. No fechamento da matéria, o ativo negociado a US$ 33,00, em queda de 22,35%.

Clube francês foi o primeiro a produzir fã tokens digitais

O Paris Saint-Germain foi o primeiro clube de futebol a anunciar uma estratégia de longo prazo envolvendo a criação de tokens com a Socios.com, plataforma blockchain da Chiliz, ainda em 2018.

No momento que a parceria foi divulgada, o então Diretor de Parcerias do clube francês, Marc Armstrong, afirmou que o clube estava determinado a aproveitar os benefícios oferecidos pelo mundo cripto.

 “Sempre na vanguarda da inovação digital, o Paris Saint-Germain está determinado a aproveitar as oportunidades que a criptomoeda pode oferecer. Esta tecnologia revolucionária terá um impacto importante na estratégia geral de negócios do Clube e na maneira como nos envolvemos com nossa base de fãs. Temos o prazer de dar as boas-vindas ao Socios.com à família Paris Saint-Germain. ” – disse Armstrong.

Os torcedores do clube que possuem o token conseguem, além de possíveis retornos financeiros como o da última quarta-feira, participar de votações que decidem rotinas do clube, acesso a conteúdos exclusivos do time e concorrer a prêmios.

Os fãs do Paris Saint-Germain residentes no Brasil também podem adquirir o token utilizando o real. Atualmente, o token é negociado na exchange Mercado Bitcoin.  

Chiliz e o cenário cripto-esportivo

Apesar de estar no mercado desde 2018, foi a partir deste ano que a Chiliz conseguiu um forte crescimento e popularidade no cenário cripto mundial.

Isso se deve à popularidade que o processo de tokenização, em especial os NFTs, passaram a ter em diversas áreas da sociedade. Entre elas estão a musica, as artes, e os esportes – área onde a Chiliz atua e possui diversas parcerias.

A empresa emite tokens de fã de diversos gigantes do esporte mundial, como os clubes de futebol FC Barcelona, Juventus e Manchester City. Recentemente, a empresa lançou o token PFL, da liga de MMA dos Estados Unidos.

A Chiliz também afirmou que pretende expandir suas atuações a demais grandes ligas de esporte dos Estados Unidos, e que o Brasil também estaria no radar da empresa.

Devido ao sucesso, o seu token oficial, o CHZ, possui uma das maiores valorizações do ano. A criptomoeda avançou mais de 4.400% em 2021, tendo alcançado sua máxima histórica de US$ 0,87 no dia 13 de março, segundo o CoinGecko.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Formado em administração e escritor por paixão, Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado, economia e política.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá