Treinador de Futebol Não Paga Bitcoin e tem Vídeo Íntimo Vazado

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Homem foi afastado de time após decidir por não pagar pedido de resgate em criptomoedas.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Bitcoin está envolvido em uma tentativa de extorsão contra um treinador de futebol. O pedido criminoso relacionado à moeda digital faz menção a um vídeo íntimo do futebolista. Víctor Sánchez recusou o pedido dos criminosos, que pediam cerca de R$ 90 mil em Bitcoin.



Como o treinador de futebol espanhol recusou o pedido de resgate, as imagens foram vazadas no Twitter. E para piorar, Sánchez está afastado de seu trabalho até que as investigações sobre o caso seja concluídas.

Resgate em Bitcoin parece ser novidade para a maioria das pessoas. No entanto, esta prática está crescendo de maneira preocupante. Dessa vez são vídeos e imagens íntimas que são oferecidas em troca da criptomoeda. E praticamente qualquer um pode receber um inusitado pedido de resgate em Bitcoin.



Bitcoin em troca de nudes

Crimes envolvendo a extorsão sexual estão usando o Bitcoin como forma de pagamento. Embora a criptomoeda não tenha nada a ver com esse tipo de prática ilegal, é no Bitcoin que alguns criminosos encontram uma forma de receber por chantagens envolvendo a exposição de imagens íntimas.

No caso de Víctor Sánchez, o treinador do Málaga está até afastado de suas atividades enquanto ocorrem as investigações sobre o caso. Os hackers pediam mais de três unidades de Bitcoin (BTC) em troca da não divulgação do vídeo do treinador, que contém “nudes”.

Como o pedido não foi atendido, o vídeo ganhou a internet nesta última terça-feira (7). Sendo que as negociações começaram ainda no final de semana.

Treinador é afastado depois de vídeo vazado

O Málaga faz parte da segunda divisão do futebol espanhol. Liderado pelo técnico de 43 anos, Sánchez está afastado do time por ordem do dono do clube, um empresário do Qatar.

O técnico até publicou uma mensagem no Twitter sobre a tentativa de extorsão envolvendo o Bitcoin. Várias pessoas se solidarizaram com Sánchez, vítima de um golpe envolvendo chantagem.

Por outro lado, Abdullah Al-Thani não demonstrou tanta solidariedade com o caso. Conforme mostra o Diário de Notícias, o dono do clube de futebol decidiu afastar o técnico vítima de um crime com Bitcoin.

Para Al-Thani, Sánchez deve ficar fora do clube até que as investigações sobre o caso sejam esclarecidas. O milionário comprou o clube espanhol ainda em 2010 e pagou por ele mais de R$ 160 milhões.

Em uma mensagem enigmática no Twitter, o dono do time de futebol espanhol menciona algo sobre “verdade”, no que pode ser uma referência sobre o vídeo do técnico vazado.

Mensagens de apoio

Cresce o número de casos com relação ao Bitcoin e crimes como a extorsão sexual. De famosos à treinadores de futebol, esse tipo de golpe não escolhe suas vítimas, em busca de algum pagamento em moeda digital.

Sem saber o que fazer, muitas vítimas pagam pelo resgate ou esperam pelo pior: quando o vídeo é realmente divulgado. No caso de Sánchez, o vazamento de imagens íntimas rendeu até o desligamento temporário do time que ele treinava.

Em defesa ao técnico, o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) publicou uma mensagem de apoio sobre o caso do resgate em Bitcoin. Luis Rubiales citou o caso de Sánchez, dizendo que quem compartilhar o vídeo estará cometendo um “delito”.

Você conhece alguém que já foi chantageado por pessoas que pediam bitcoin como resgate? Comente sobre o caso envolvendo o treinador de futebol e compartilhe esta notícia no Twitter.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Com formação em ciências e redação, Alice começou a escrever profissionalmente há 7 anos. Desde então, ela tem aprendido, investido e escrito sobre criptomoedas e tecnologia blockchain para algumas das maiores publicações do setor. Atualmente, compõe a equipe de jornalistas Brasil da BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá