“Unick Não tem Recursos” Para Pagar Cliente e Dinheiro é Bloqueado de Outras Empresas

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Processo judicial movido por cliente sugere ainda a cobrança de R$ 10 mil em danos morais.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Um processo contra a Unick Investimentos mostra que a empresa “não tem recursos” para pagar um cliente. De acordo com a decisão judicial, o valor devido para o usuário foi bloqueado na conta de outras instituições que também são citadas no documento.



A Unick é apresentada como uma plataforma de investimentos voltados para o mercado de criptomoedas. A empresa possui centenas de milhares de clientes e desde que uma recente operação policial que investigou a companhia, os negócios foram interrompidos. 

Cliente não encontra dinheiro em contas da unick investimento

O processo judicial movido por Yuri Moraes Pires contra a Unick pede danos morais e materiais contra plataforma que prometia rendimentos através de investimentos em Bitcoin. A ação em desfavor empresa foi apresentada na 5ª Vara Cível do Foro de São Vicente – SP.



O investidor alega que adquiriu “seis planos” referente a cotas de investimentos na Unick. As informações do processo mostram que os seis planos equivalem ao total de R$ 12.135,00. O cliente da companhia afirma que a plataforma prometia lucros a partir de investimentos em criptomoedas como o Bitcoin.

“O dinheiro seria investido no mercado financeiro, para compra de moedas estrangeiras, criptomoedas e arbitragem.”

Após investir mais de R$ 12 mil na unick, o homem alega que o site da empresa “saiu do ar”. Depois do alegado problema, o usuário narra ainda que “informações imprecisas” dominaram a plataforma.

Investidor pede quase R$ 35 mil em dano moral e material

O cliente da Unick solicita à justiça o valor total de R$ 24.270,00 como danos materiais relacionados ao processo. Segundo usuário, este seria o valor devido pela empresa em relação as cotas que foram adquiridas como promessa de investimento no mercado de criptomoedas.

O montante solicitado pelo cliente como danos materiais corresponde ao “dobro daquele investido” na empresa. Sendo assim, presume-se que parte desse total seja referente aos lucros obtidos na plataforma.

O valor total da ação judicial contra a Unick e outras empresas é de R$ 34.270,00. As informações do processo mostram que a parcela de R$ 10.000, que foi acrescentada no valor total da ação, corresponde aos danos morais também solicitados pelo investidor.

Um pedido de “tutela antecipada” foi proposto pelo homem, que acreditava que o dinheiro estava sendo utilizado para investimentos em criptomoedas realizados pela Unick. Porém, antes que o pedido seja avaliado pelo juiz responsável pela ação, o usuário necessita pagar as custas processuais.

 A decisão sobre esse pagamento acontece posteriormente ao juiz Otávio Augusto Teixeira dos Santos indeferir o pedido de gratuidade para este caso.

 Outras empresas são mencionadas no processo

O processo mostra que outras empresas além da Unick são mencionadas pelo cliente da plataforma. As informações evidenciam, inclusive, que parte do valor solicitado na ação será bloqueado de outros negócios supostamente associados à Unick. Confira a lista de companhias mencionadas no processo judicial:

  • Unick Sociedade de Investimentos
  • S.A. Capital
  • Urpay Tecnologia em Pagamentos
  • Pronei Promotora de Negócios

Com a decisão da justiça, o investidor possui até dez dias para pagar a taxa referente aos custos processuais. A determinação orienta que o pagamento deverá ser cumprido, pois o pedido de gratuidade solicitado pelo usuário foi indeferido pela justiça.

Conhece algum investidor que decidiu procurar a justiça contra a Unick Investimentos? Comente sobre a notícia e compartilhe no Twitter!

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá