Urgente: Líder da Unick é Morto com Três Tiros em Curitiba – PR

Compartilhar Artigo

Um líder da Unick Investimentos foi morto a tiros em Curitiba – PR. João Batista da Silva foi assassinado enquanto dirigia seu carro na tarde desta terça-feira (05). O investidor de criptomoedas também é youtuber, e divulgava vídeos promovendo pirâmides financeiras.



O líder da Unick também trabalhava como padeiro na capital paranaense, desde que se mudou do interior de São Paulo. No Youtube, o investidor aparece falando sobre várias empresas acusadas de ser pirâmides financeiras, como a Unick, por exemplo.



Líder da Unick foi morto com três tiros

O líder da Unick foi atingido com dois tiros na região peitoral segundo a perícia que investiga o caso. Além disso, uma perfuração atingiu o braço esquerdo da vítima. Segundo as autoridades, o padeiro reagiu aos tiros tentando se defender do ataque que aconteceu em pleno dia.

A investigação revela ainda que o criminos utilizou uma arma de calibre 38 para cometer o crime. A emergência até foi solicitada para atender o caso de homicídio, mas João Batista da Silva não resistiu aos ferimentos provocados pelo ataque.

A perícia mostra que um carro foi emparelhado ao veículo em que a vítima estava antes de ser atingida pelos disparos. Segundo informações divulgadas, os disparos aconteceram supostamente através da janela do veículo. Sendo assim, a investigação revela que o atirador estava próximo da vítima no carro, momentos antes do homicídio acontecer.

Quando João foi morto, o investidor dirigia um HB20 pela Rua Marcos Bertoldi. O endereço fica no bairro de Campo Santana, localizado na capital paranaense. As autoridades alegam que o carro emparelhado ao veículo conduzido pelo líder da Unick antes dos disparos acontecerem era um Citroen C4.

Líder de pirâmide financeira foi assassinado com três tiros

No total, o investidor foi atingido por três tiros de arma de fogo. Por outro lado, ainda não há indícios dos motivos por trás do assassinato do padeiro, que também era líder da Unick.

O delegado responsável pelo caso, Thiago Nobrega de Almeida, revelou que imagens de circuito interno de televisão mostram como o líder da Unick foi assassinato.

Além disso, em recente entrevista ao Tribuna Paraná, o delegado orientou que o assassinato não parece ter ligação com “tentativa de assalto”.

Enquanto isso, a família do padeiro morto em Curitiba – PR apontou para o envolvimento de João Batista Silva com o mercado de criptomoedas.

Familiares do homem morto disseram que João tinha envolvimentos com empresas que operam criptomoedas, como o Bitcoin. Nas redes sociais é possível ver que o investidor divulgava empresas que alegam investimento em criptomoedas, mas são consideradas pirâmides financeiras.

O homem aparecia ainda como líder da Unick no Facebook também em vídeos no Youtube.

Youtuber morto publicou vídeo no dia do crime

Nas redes sociais, o investidor estampava uma propaganda da Unick no perfil. João também era youtuber e tinha um canal sobre o mercado de criptomoedas no Brasil.

Nos vários vídeos publicados pelo youtuber assassinado, é possível ver a divulgação de negócios da Unick. O padeiro também divulgava outras empresas e até publicou um vídeo sobre os atrasos com pagamentos da Unick Investimentos.

 

No dia em que o crime aconteceu, o líder da Unick e dono do canal Crypto Febre publicou um vídeo. Tudo indica que as imagens foram gravadas pouco tempo antes de João Batista Silva ser morto.

As investigações ainda não concluíram o motivo do crime, que pode ter ligação com a Unick, que aparece no Facebook da vítima. Suspeitos também não foram apontados pela polícia, até o fechamento desta matéria sobre a morte do líder da Unick.

Comente sobre a morte do líder da Unick, que perdeu a vida após se envolver em um esquema acusado de pirâmide financeira. Conhece alguém que já investiu na Unick? Comente sobre a notícia e compartilhe no Twitter!

Share Article

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá