Usuários de DeFi já perderam quase meio bilhão de reais em fraudes em 2021

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Cerca de US$ 86 milhões já foram roubados em projetos de finanças descentralizadas em 2021.

  • Numero já representa um aumento de 433% em roubos no setor em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

  • 2020 tinha sido o primeiro ano onde houve um declínio em ataques criminosos envolvendo a rede blockchain.

  • promo

    Participe da nossa comunidade gratuita no Telegram e obtenha sinais de trade e análises de criptomoedas todos os dias!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Aproximadamente US$ 86 milhões, mais de R$ 468 milhões pela cotação atual, foram roubados em projetos de finanças descentralizadas (DeFi) apenas no primeiro trimestre de 2021, segundo estudo da Atlas VPN.

Patrocinados



Patrocinados

A empresa destacou que os aplicativos descentralizados (dApps) na rede Ethereum têm sido o meio mais utilizado para roubos em todo o universo blockchain. Comando com os ataques a carteiras, exchanges e contas de trade, o valor total perdido por usuários no ano já chega a US$ 108,3 milhões.

A Atlas VPN ainda destacou que houve um grande aumento de roubos em protocolos DeFi em relação ao mesmo período do ano passado:

Patrocinados



Patrocinados

“Se compararmos os números deste ano com os do primeiro trimestre do ano passado, as violações e golpes que afetam ETH DApps aumentaram 433%, de 3 no 1º trimestre de 2020 para 16 no 1º trimestre de 2021.”

Um dos fatores que ajudam a entender o motivo de o setor DeFi ser de longe o mais afetado é a adoção exponencial de soluções de finanças descentralizadas, que é o segmento que mais cresce no mercado de criptomoedas atualmente.

O grande aumento ainda interrompe uma boa sequência conquistada em 2020. Pela primeira vez em cinco anos, 2020 registrou um declínio no número de crimes relacionados à rede blockchain. Entretanto, o mesmo já não será possível neste ano. No total, 33 violações da rede já causaram danos financeiros aos seus usuários, um aumento de 154%.

A tendência não parece ser otimista para o restante do ano. Apenas em abril, hackers conseguiram explorar falhas nos protocolos DeFi ForceDAO e Uranium Finance. Em ambos os causos o prejuízo chegou na casa de milhões de dólares.  

A pesquisadora de segurança cibernética da Atlas VPN, Ruth Cizynski, afirmou que, devido à natureza da rede, os projetos em blockchain passam a ser alvos atrativos para esses criminosos. A principal razão, segundo ela, seria o fato de não ser possível reverter as transações feitas na rede, como acontece em plataformas do sistema financeiro tradicional.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Anderson atua como redator para o BeInCrypto, escrevendo sobre as principais notícias sobre o criptomercado e economia em geral. Antes de entrar para a equipe brasileira do site, ele participou de projetos relacionados a trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados a criptomoedas. Formando em Administração, está cursando pós graduação em Investimentos e Blockchain pela EA Banking School.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora