Vendedor P2P Abandona Altcoins Após Revelar Dificuldade em Negociar Criptomoedas

Compartilhar Artigo

 



Um dos maiores vendedores P2P do mercado de cripotmoedas brasileiro não comercializará mais altcoins. Conhecido como Michel P2P, o vendedor de criptomoedas publicou um desabafo no Facebook. Segundo a publicação de Michel, não existe uma grande procura de altcoins por investidores do mercado P2P local.

Altcoins é o nome dado para o que é conhecido como “moedas alternativas”. Em tese, o termo altcoins representa todas as criptomoedas do mercado além do Bitcoin. Ou seja, vendedores P2P enfrentam problemas para vender outros ativos digitais que não sejam a criptomoeda mais famosa do mercado.



Michel P2P negociava até 280 altcoins diferentes

Michel P2P negociava, até então, várias criptomoedas além do Bitcoin. Com a decisão, o vendedor informou que deixará de comercializar mais de 280 tipos diferentes de altcoins. O custo operacional das altcoins está entre os motivos que fizeram o vendedor P2P abandonar este tipo de comércio.

A decisão foi tomada pelo comerciante após a procura por altcoins cair drasticamente no mercado brasileiro de venda direta de criptomoedas.

Queda na venda de criptomoedas aconteceu em 2019

O custo para a compra e venda de altcoins é apontado por Michel P2P como fator relevante para sua decisão. O comerciante de criptomoedas alegou que a volatilidade no preço das altcoins é também um dos motivos que desencorajam esse tipo de comércio.

De acordo com Michel P2P, a queda na venda de altcoins foi percebida no segundo semestre de 2019. Para o comerciante, o volume da comercialização de criptomoedas além do Bitcoin caiu expressivamente nos últimos meses.

“Entre 2017 à meio ano de 2019 eu vendia muita Altcoin. Porém, de um tempo prá cá, este mercado vem ficando mais fraco e cada vez com menor volume.”

Tether e dominância do BTC atrapalha altcoins

 

O mercado de criptomoedas vivenciou uma explosão de novos projetos em 2017 e início de 2018. O mesmo não aconteceu em 2019, onde altcoins perderam um espaço importante no mercado.

A dominância do Bitcoin é apontada como um fator determinante no esquecimento das altcoins. Enquanto que o Bitcoin sozinho representa atualmente 67.5% de toda a capitalização do mercado, todas as altcoins reunidas registram pouco mais de 30% deste total.
Vendedor P2P Abandona Altcoins Após Revelar Dificuldade em Negociar Criptomoedas
Além desse domínio impetuoso do Bitcoin, a grande utilização de stablecoins como o Tether (USDT) ofusca outras as altcoins. Essa afirmação pode ser verificada através dos dados apresentados por Michel P2P.

“O Tether esses dias bateu um recorde de US$ 59 bilhões negociados em 24 horas e o Bitcoin quase US$ 49 bilhões no mesmo dia”.

O vendedor P2P finalizou sua publicação com uma dúvida sobre como o mercado brasileiro de altcoins deverá continuar. Michel disse ainda que permanecerá vendendo algumas altcoins caso algum cliente precise e disponibilizou uma lista através de seu catálogo.

Você já comprou altcoins no mercado de criptomoedas em 2019? Faça um comentário sobre esta matéria e compartilhe nas o conteúdo redes sociais.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Jornalista apaixonado pelo universo das criptomoedas e seu enorme impacto na sociedade. Conheceu o Bitcoin em 2013 sem saber que a criptomoeda tomaria conta de sua vida anos mais tarde. Já trabalhou em outros portais de notícias sobre criptomoedas, sendo que atualmente é um dos colaboradores do BeInCrypto.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá