Vítima de sextortion paga R$ 6 mil em Bitcoin

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Golpes na internet deixam milhares de pessoas no prejuízo, todos os anos

  • Um dos golpes mais populares é o "sextortion" (extorsão sexual)

  • Entenda como o sextortion funciona e como evitá-lo

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O sextortion é um dos golpes mais antigos da internet. Porém, ele continua a fazer vítimas desavisadas. Por isso, é importante entender como esse golpe funciona, a fim de evitá-lo.



Os golpes estão presentes desde o primórdio da internet.

Infelizmente, a utilização da internet facilita a vida dos hackers, já que existem diversas maneiras e estratégias diferentes para “arrancar dinheiro” dos desavisados sem mostrar a cara. Phising, keyloggers, arquivos com vírus… são inúmeras as formas de aplicar golpes online.



Neste sentido, a utilização de criptomoedas facilita a vida dos hackers. Isso porque a dificuldade em rastrear os fundos permite que eles consigam sair ilesos da maior parte dos crimes que cometem.

Entre esses crimes, está o sextortion. Assim, entenda a que esse termo significa e como evitar o golpe.

Vale lembrar: no canal do BeInCrypto do Telegram, você tem acesso aos melhores sinais de trade de maneira gratuita! d

O que é o sextortion

Um pagamento de 0.115 BTC foi realizado para um golpe confirmado de sextortion

Sextortion significa algo como “extorsão sexual”, já que o termo é uma mistura entre as palavras “sexo” e “extorsão”, em inglês.

Apesar de esse ser um golpe conhecido no universo virtual, ele ainda faz vítimas com frequência. Na foto acima, consta que um usuário depositou 0,115 BTC (R$ 5.721,05) em um endereço conhecido por receber dinheiro de vítimas de extorsão.

Porém, o que é exatamente o sextortion?

O sextortion é um golpe de e-mail, no qual o hacker finge que possui acesso ao computador do usuário. Assim, o criminoso alega que tem fotos e vídeos comprometedores da vítima, embora isso não seja, geralmente,  verdade. Para “comprovar” as suas alegações, o hacker utiliza dados pessoais do usuário, geralmente encontrados na dark web.

Algumas vítimas, quando confrontadas, se desesperam e depositam BTC no endereço do hacker. Porém, na maioria das vezes, o criminoso conseguiu apenas algumas informações vazadas do usuário, mas não acesso à webcam, por exemplo.

Vale ressaltar que diversos sites legítimos podem vazar dados dos usuários, seja por falta de cuidados ou pela venda de informações a terceiros.

Como se proteger da extorsão sexual?

Aos que estão interessados em se proteger contra golpes online, aqui vão algumas dicas:

Prudência

Não se deve preencher cadastro com informações pessoais em sites de procedência duvidosa. Infelizmente, há propagandas enganosas veiculadas em grandes sites, como no Facebook e no Instagram. Se está na dúvida, não acesse!

E-mail

O e-mail ainda é uma das maneiras mais utilizadas para a aplicação de golpes online. Por esse motivo, o usuário jamais deve acessar um e-mail o qual não tem certeza sobre a sua veracidade. Os bancos jamais pedem informações pessoais por e-mail. Além disso, jamais clique eu um link sem conhecer o remetente da mensagem.

Vazamentos

Caso alguém tenha acesso aos seus dados, não se desespere. Entre em contato com o seu banco, cancele os seus cartões e abra um Boletim de Ocorrência. Não realize pagamentos sob a pressão de hackers.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através do uso do blockchain e das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá