Vítimas de golpe com criptomoeda espancam acusado até serem ressarcidas

Compartilhar Artigo

De acordo com o site Metrópoles, a Polícia Civil do DF vinha investigando vários golpes financeiros aplicados por Marlon Gonzalez Motta que era acusado de usar bitcoin e criptomoedas para atrair vítimas.



Método criminoso

Marlon fingia ser megainvestidor e persuadiu vários operadores financeiros a pagarem fortunas em transações envolvendo criptomoedas. Marlon ficou conhecido por levar uma vida de ostentação amplamente documentada em seu perfil do Instagram que era usado para retratar seu sucesso, com lanchas, carros de luxo e viagens a locais paradisíacos.

Os golpes seriam aplicados em jovens investidores da alta classe que estariam começando a atuar no mercado financeiro e que eram geralmente abordados em festas e viagens internacionais. O golpista teria feito mais de R$ 3 milhões com as falsas promessas e foi descoberto após um cúmplice ser pego com identidade falsa. Durante averiguação da polícia, foram encontrados com documentos que comprovam sua relação com a empresa M3 Private, de propriedade de Marlon.



Karma é uma droga…

Agora, a Polícia Civil de Brasília investiga o sequestro do jovem de 23 anos que foi pego por uma dupla ao sair de uma festa no último domingo. Os sequestradores, que teriam sido vítimas de um golpe, estavam armados e conseguiram render os seguranças de Marlon. Depois de ser levado à um cativeiro, o jovem levou coronhadas na cabeça e foi obrigado a transferir R$ 152 mil em Bitcoin para duas carteiras, sob a mira de uma arma. Após ser libertado o jovem teria sido deixado nas proximidades de um hospital.

Investigadores da polícia já identificaram os sequestradores, que foram presos no local do cativeiro, mas que não tiveram os nomes revelados.A dupla vai responder, em liberdade, por extorsão qualificada e porte de arma.

O que você pensa dessa história? Deixe sua opinião nos comentários.

Imagens cortesia de Shutterstock

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Vini se formou em geologia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil e trabalhou com gerenciamento de projetos na área de exploração mineral em empresas como BHP Billiton e Vale. Ele se envolveu com o bitcoin em 2011, quando comprou suas primeiras moedas através do jogo online “Second Life”, mas usou a maioria de suas primeiras moedas aprendendo a fazer transações e negociar. Depois disso, ele se tornou um entusiasta da tecnologia blockchain e desde então focou sua carreira para esse campo. Recentemente, ele se dedica à programação frequentando o Le Wagon Coding Bootcamp e Ivan On Tech Academy.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá