• Real está variando muito, assim como Bitcoin e outras criptomoedas
  • Moeda brasileira, apenas nesta manhã, migrou entre grupos de piores e melhores do mundo
  • Dólar pode testar barreira perigosa de R$ 5,38 e ir até a R$ 5,98, diz XP

A moeda brasileira está passando por um momento de altíssima volatilidade nesta terça-feira (7) que lembra criptomoedas como o Bitcoin. Depois do dólar abrir com subida de 1%, voltou a cair em relação ao real rapidamente.

O dólar era negociado na pré-abertura a R$ 5,35, mas abriu às 9h já a R$ 5,37, fazendo operadores temerem um novo dia de desvalorização. No entanto, às 10h15, o real se fortaleceu e fez a moeda americana ir a R$ 5,30.

Às 11h da manhã, o dólar chegou a bater R$ 5,29. Com isso, o real entrava no grupo de moedas mais fortes do mundo segundo seu desempenho em relação à moeda americana.

No entanto, os temores do mercado externo fizeram o dólar voltar a subir. Às 12h, a moeda dos EUA já era negociada a R$ 5,32. Logo em seguida, já subia a R$ 3,36. O gráfico de 15 minutos de hoje lembra o comportamento do Bitcoin.

Dessa maneira, rapidamente, o real voltava a fazer parte do grupo de moedas com o pior desempenho do mundo. A marca, vale lembrar, já foi atingida nos últimos meses.

Participe da nossa Comunidade de Trading no Telegram para acessar sinais exclusivos de negociação, conteúdo educacional, discussões e análises de projetos!

Real é imprevisível e dólar pode ir a R$ 5,98

Segundo Lucas Carvalho, analista da Toro Investimentos, não é possível identificar um padrão no movimento do dólar. Ao Money Times, ele disse que a moeda está variando lateralmente. Além disso, o dólar estaria dentro das médias móveis de 50 e 100 dias desde meados de junho.

A moeda pode continuar oscilando perto de um equilíbrio entre 5,49 reais e 5,29 reais. A tendência é não ter movimentos exclusivos.

Se a volatilidade continuar e levar o preço para cima, a XP diz que é importante ficar de olho na barreira de R$ 5,38. Para a corretora, passada essa cifra o dólar iria a R$ 5,51 e, possivelmente, até a R$ 5,98. A essa altura, o real poderia, de novo, se tornar a pior do mundo.

Paulo Alves Jornalista

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

Seguir o Autor

Quer saber mais?

Entre para o nosso Canal do Telegram e receba sinais de trade, um curso gratuito de trade e comunicação diária com entusiastas de cripto!

Esse site usa cookies.
Clique aqui para aceitar o uso desses cookies. Veja nossa Política de Cookies

Estamos discutindo isso em nosso Canal de Telegramas

Junte-se a

Sinais diários, análises Bitcoin e chat de traders. Junte-se ao nosso Telegram hoje!

Vamos lá

We are discussing it in our Telegram Channel

Join

We are discussing it in our Telegram Channel

Join