Volume de negociações do bitcoin quebra recorde e é 130% maior do que pico de 2017

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Nesta quinta-feira o volume diário de negociações do bitcoin atingiu US$ 13,8 bilhões, a maior alta vista até aqui.

  • O valor é 130% maior do que o pico de dezembro de 2017.

  • Pelo aumento do fluxo de usuários negociando, diversas exchanges nacionais relataram travamentos.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

A primeira semana de 2021 está quente para o bitcoin que registra recordes extraordinários, tanto de preço quanto de volume de negociações.



Esta quinta-feira, 7 de janeiro, foi o dia que registrou o maior volume de negociações da história do bitcoin. De acordo com dados da Arcane Research, o volume diário da criptomoeda atingiu US$ 13,8 bilhões, a maior alta vista até aqui.

O valor é 130% maior do que o pico de dezembro de 2017 de US$ 6 bilhões. Na época, o bitcoin passava por um rali que levou seu preço às alturas. As movimentações atuais do mercado, no entanto, vem superando todas as máximas vistas há três anos atrás.



O volume médio do bitcoin nos últimos sete dias está, pela primeira vez, acima dos US$ 10 bilhões, conforme mostra o gráfico abaixo:

Média dos últimos 7 dias do volume diário do BTC. Fonte: Arcane Research

A quantidade esmagadora de pessoas negociando bitcoin nas exchanges, fez o preço da maior criptomoeda do mundo decolar.

Nesta manhã de sexta-feira (8) o bitcoin ultrapassou, mais uma vez, o maior preço da sua história e estabeleceu a nova máxima de US$ 41,941, conforme a CoinMarketCap. Além disso, o BTC rompeu o marco importante de R$ 200.000 aqui no Brasil, e agora está valendo cerca de R$225 mil.

Para aumentar a lista de recordes quebrados ontem, a capitalização de mercado de todas as criptomoedas superou US$ 1 trilhão pela primeira vez. Apesar do bitcoin representar 69% desse total, as altcoins também estão com um bom desempenho nesta temporada, principalmente o Ethereum (ETH) e Stellar (XLM).

Enquanto isso, exchanges estão passando sufoco

O aumento no volume de negociações do bitcoin cresceu de tal forma que muitas plataformas não estavam preparadas para receber um fluxo tão intenso de usuários.

No Brasil, plataformas importantes apresentaram travamentos na tarde desta quinta-feira, entre elas o Mercado Bitcoin, BitcointoYou, BitcoinTrade, e Coinext.

Fora do país, usuários de exchanges como Coinbase e Binance US também relataram lentidão na hora de negociar.

CME lidera contratos futuros de BTC

Os contratos futuros de bitcoin também estão atingindo números nunca vistos antes. Nesta semana, o total de posições em aberto já ultrapassou 10 bilhões de dólares. 

Enquanto cresce o interesse do bitcoin entre os investidores institucionais, a CME se consolida como a maior plataforma de contratos futuros de bitcoin. Sozinha, a bolsa de Chicago passou a representar 19,09% do volume total do setor, alcançando cerca de US$ 2,1 bilhões de posições em aberto. 

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Saori Honorato é jornalista e para o BeInCrypto escreve sobre os principais acontecimentos do universo das criptomoedas.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá