WhatsApp Pay ganha aval do Banco Central para operar no Brasil

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • WhatsApp Pay recebe licenças para operar serviço de pagamentos no Brasil.

  • Facebook diz que solução está em preparativos finais.

  • Visa e Mastercard também ganham sinal verde.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Banco Central liberou nesta terça-feira (30) as autorizações que permitem o funcionamento do WhatsApp Pay no Brasil.



O BC concedeu ao Facebook licenças para permitir que usuários façam transferências entre si na plataforma de mensagens.

O anúncio também abrange Visa e Mastercard, parceiras do Facebook na iniciativa. As empresas receberam duas licenças de arranjos de pagamento “abertos de transferência, de depósito e pré-pago, domésticos, instituídos”.



Já WhatsApp e Facebook ficam autorizados a operar um serviço de iniciador de pagamentos. O serviço estaria em preparativos finais.

As bandeiras de cartões, que recentemente anunciaram avanços no mercado de criptomoedas, ainda têm pendentes um outro aval, ligado ao arranjo de compras, que ainda está sob análise dos técnicos do Bacen.

Em nota à Reuters (via UOL), o WhatsApp diz que o recurso será importante para recuperar empresas da crise em meio à pandemia.

“Agora, mais do que nunca, pagamentos digitais seguros e convenientes oferecem uma solução vital para transferir dinheiro rapidamente para pessoas que necessitam e auxiliar empresas em sua recuperação econômica.”

Além disso a Visa afirmou que recebia “com satisfação a decisão do Banco Central e espera continuar seu trabalho com emissores e o WhatsApp para habilitar os pagamentos pelo aplicativo, tornando-o disponível para todos no Brasil”.

Pix (e bitcoin?) pelo WhatsApp

WhatsApp Pay poderá ser compatível com Pix.

A autorização obtida pelo Facebook para o WhatsApp Pay vem nove meses depois que a novidade foi anunciada no Brasil e logo suspensa pelo Banco Central.

Na época, o BC chegou a aventar risco concorrencial enquanto a empresa garantia que aceitaria o Pix, caso fosse uma exigência. O pedido para integrar o sistema de pagamentos instantâneos, porém, só veio em fevereiro deste ano.

Para o BC, o WhatApp Pay “pode abrir novas perspectivas de redução de custos para os usuários de serviços de pagamentos”. Ainda não se sabe, no entanto, se o serviço de fato irá oferecer integração com o Pix ou aceitar apenas cartões Visa e Mastercard.

Além disso, a Visa ainda não confirmou que seu cartão compatível com criptomoedas, já confirmado para o Brasil em 2021, poderá ser usado para transferir criptoativos no aplicativo de mensagens.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá