WhatsApp pede para Banco Central liberar Pix no aplicativo

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • WhatsApp solicita nova autorização ao Banco Central para operar pagamentos.

  • Aplicativo quer ser iniciador de transferências do Pix.

  • Mudança pode enfim abrir caminho para o WhatsApp Pay.

  • promo

    Estamos compartilhando informação no nosso grupo de Telegram , siga-nos! E obtenha sinais de trading e análise de criptomoedas diariamente!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O WhatsApp pode se tornar, em breve, um meio para fazer transferências a amigos e estabelecimentos pelo Pix, dizem jornais.



O WhatsApp solicitou ao Banco Central autorização para operar na rede de transferências instantâneas do BC como um iniciador de pagamentos do Pix. A informação foi noticiada primeiro no domingo (14) pelo Estadão e confirmada nesta segunda-feira (15) pelo G1.

Criada em outubro de 2020 pelo Banco Central, essa categoria de operação permite a uma instituição intermediar um pagamento direto entre contas de usuários do Pix. O sistema, um dia, poderia ser, por exemplo, um substituto do cartão de débito.



Na prática, o WhatsApp pretende permitir fazer um Pix para um contato sem precisar sair do aplicativo. Isso porque o mensageiro seria o responsável por solicitar o valor junto à conta de um lado e enviar para o outro – ou seja, iniciando o pagamento mediante autorização usuário.

Já para negócios, a novidade poderia abrir portas para que qualquer restaurante ou outro pequeno negócio receba pagamentos pelo chat sem que o cliente precise ter cartão cadastrado, como era previsto inicialmente no WhatsApp Pay.

Segundo o G1, o Banco Central recebeu um pedido formal para avaliar a concessão dessa autorização. Caso ela seja liberada, o WhatsApp Pay poderia, enfim, voltar à ativa no país após ser barrado em junho do ano passado.

O WhatsApp está conversando regularmente com o Banco Central para ter a aprovação como iniciador de pagamentos para transferências entre pessoas. Também tem trabalhado para restaurar os pagamentos no WhatsApp para todos no Brasil o mais rápido possível.

Sai o cartão, entra o Pix no WhatsApp Pay. E as exchanges?

Nesses moldes, o WhatsApp Pay abandonaria o mecanismo inicial de transferências a partir de cartão de crédito ou débito cadastrado no perfil do usuário. Como iniciador de pagamentos do Pix, o WhatsApp Pay poderia intermediar a transferência direta entre contas bancárias ou saldos de serviços como PicPay.

Ainda não se sabe, por outro lado, se exchanges de criptomoedas participarão desse ecossistema. A maioria das corretoras no Brasil só permite fazer saques em reais via Pix ou TED para contas bancárias de mesma titularidade do usuário.

As exceções ficam por conta de exchanges ou carteiras de criptomoedas integradas com contas digitais, como a NovaDAX ou o Alter. Por ora, no entanto, o principal beneficiário pode ser o Nubank, primeiro banco a participar oficialmente do arranjo do WhatsApp Pay. A Visa, por outro lado, seria escanteada.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Sou jornalista e especialista, pela USP-SP, em Comunicação Digital. Já trabalhei em rádio e impresso, mas boa parte da minha experiência vem do online. Desde 2013, colaboro regularmente com o Grupo Globo na área de tecnologia, onde já cobri assuntos diversos da área, de lançamentos de produtos aos principais ataques hackers dos últimos anos. Também já prestei consultoria em projetos do Banco Mundial e da ONU, entre outras instituições com foco em pesquisa científica. Entrei no mundo das criptomoedas principalmente na cobertura de ataques cibernéticos e golpes no Brasil. Atualmente, faço mestrado em Comunicação Científica na Universidade de Granada, na Espanha. Escrevo para o BeInCrypto desde abril de 2020.

SEGUIR O AUTOR

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá

Sinais grátis de compra e venda de criptos, análises do Bitcoin e chat com traders. Entre já no nosso Telegram!

Vamos lá