Yuan digital deveria rodar na Ethereum, diz oficial chinês

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Yao Qian, ex-chefe do CBDC da China, mencionou a rede Ethereum como uma possível "casa" do yuan chinês.

  • Qian afirma que os CBDCs devem ter como objetivo serem "inteligentes", em vez de apenas imitar o dinheiro tradicional.

  • China continua avançando em seu programa CBDC, que já está em fase de testes em larga escala.

  • promo

    BIT: 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios. Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O Diretor do Escritório de Regulamentação de Ciência e Tecnologia da Comissão de Regulamentação de Valores Mobiliários da China, Yao Qian, apontou em uma conferência do International Finance Forum (IFF) que a moeda digital do governo chinês deve ser “inteligente” e não apenas uma representação digital de uma moeda física. Em sua participação, ele fez referência à operação do yuan digital na rede Ethereum (ETH).

Patrocinados



Patrocinados

Yao Qian, que atuou como ex-chefe da iniciativa no Banco do Povo da China, garantiu que as moedas digitais do banco central (CBDC) deveriam se tornar um tipo de “moeda inteligente”, em vez de simplesmente imitar dinheiro físico no mundo digital.

O relatório foi publicado pelo portal chinês Sina Finance. Nele, é especificado que Qian acredita que:

Patrocinados



Patrocinados

“A moeda digital não pode ser apenas uma simples simulação de moeda física, e se as vantagens de algo ‘digital’ forem usadas, a futura moeda digital certamente se moverá em direção a uma moeda inteligente.”

Explicitamente, Qian afirmou:

“Podemos imaginar que, se dólares digitais e ienes digitais rodarem diretamente em redes blockchain como Ethereum e Diem, os bancos centrais podem usar seus serviços BaaS (blockchain como serviço) para fornecer diretamente aos usuários moedas digitais do banco central sem a necessidade de intermediários”.

Um caminho de transformação com contratos inteligentes

Qian também destacou às vulnerabilidades tecnológicas atuais dos contratos inteligentes. Ele explicou que o desenvolvimento de “contratos inteligentes” tinha que amadurecer para que pudesse atingir o nível de implementação que um CBDC exige.

Sob essa premissa, o relatório enfatiza que as moedas do bancos centrais devem começar com:

“Contratos inteligentes simples e, a partir daí, expandir gradualmente seu potencial com base em uma consideração completa de segurança.”

China liderando corrida de CBDC

O Banco Popular da China iniciou a pesquisa e o desenvolvimento de seu CBDC em 2014. Durante esse período, Yao Qian foi o chefe da iniciativa.

Em novembro de 2020, a instituição financeira garantiu que mais de US$ 300 milhões foram movimentados em testes-piloto realizados para o yuan digital.

Uma reportagem recente do BeInCrypto mostrou que um dos avanços do CBDC chinês ocorreu com a integração do Alipay, aplicativo do Grupo Alibaba que possui mais de um bilhão de usuários cadastrados, segundo seu site oficial.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Patrocinados
Share Article

Cristóbal é um entusiasta de criptomoedas venezuelano atraído por investimentos e novas maneiras de ver o dinheiro. Atualmente trabalha no ecosssitema cripto na gestão de comunidades na Argentina, e, nos últimos 3 anos, trabalhou na indústria de exchanges argentina assumindo vários cargos.

SEGUIR O AUTOR

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!

Entrar agora

BIT. 8 milhões de BITs em prêmios. Três rodadas; Montanhas de prêmios.

Entrar agora